O Sétimo Guardião: Preocupado, Gabriel acredita que Sampaio quer matá-lo

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Gabriel (Bruno Gagliasso) lembrou que foi Sampaio (Marcello Novaes) quem o enterrou vivo. Agora, ele já sabe que o vilão está em Serro Azul, apesar de nem imaginar onde, já que ele se foi da pousada de Ondina (Ana Beatriz Nogueira). Agora, ele acredita que o capanga de Valentina (Lilia Cabral) ainda quer matá-lo. Confira.

“Então, o Sampaio continua na cidade?”, questionará Gabriel. “Isso mesmo. Quando saiu da pousada deixou claro que ia ficar em Serro Azul. Mas nem a dona Ondina nem o Adamastor sabem onde”, responderá Luz. “Se ele continua aqui é porque já sabe que não morri… E quer terminar o serviço”, avaliará.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Laura admite que quer Gabriel de volta e articula vingança, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Falta descobrir um detalhe importante na sua história”, dirá Sóstenes. “E qual seria ele?”, perguntará Gabriel. “O que o Sampaio ia ganhar com sua morte?”, devolverá a pergunta. “Não sei. Mas do jeito que tudo aconteceu … Pode ser alguma coisa que está em Serro Azul e tem a ver com León, ou com o dono dele”, sugerirá Sóstenes.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“O seu Egídio?”, questionará Luz. “Se eu nunca tinha ouvido falar dessa cidade… Porque, de repente, depois que o gato apareceu na minha vida, cismei de vir pra cá?”. “Me desculpe, mas isso está ficando absurdo demais. São tantos os porquês! E nenhum deles tem resposta”, falará Sóstenes.

“Essa história foi absurda desde o começo. Não esqueça que o León sumiu daqui e horas depois apareceu a trezentos quilômetros de distância”, avaliará Gabriel. “Você tem certeza que era o mesmo gato?”, indagará Sóstenes. “Claro que sim! O senhor ainda não percebeu como ele me segue por toda a parte? Aqui mesmo, na sua casa”.

“Isso também é estranho”, dirá Sóstenes. “Coisas estranhas acontecem o tempo todo, vô! E ainda parecem estranhas mesmo que se ache explicações pra elas”, falará Luz. “Depois que vi León no meu quarto e toquei no pelo dele, foi como se uma força me empurrasse, me mandasse atrás de alguma coisa que… É minha, me pertence. E é muito…”, explicará Gabriel.

“Muito o quê?”, questionará Sóstenes. “Valiosa. Foi a palavra que me veio. Não posso sair daqui antes de descobrir do que se trata”, responderá. “Vamos deixar ele descansar um pouco, vô”, vai sugerir Luz. “Tanta coisa na minha cabeça! Nem sei se vou conseguir dormir”. “Pelo menos tente”, concluirá Sóstenes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio