O Sétimo Guardião: Preocupado com a fonte, Feliciano propõe pacto a Valentina

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Feliciano (Leopoldo Pacheco) vai procurar Valentina (Lilia Cabral) para falar sobre Eurico (Dan Stulbach). O morador de rua jogará a real e dirá que sabe dos interesses da megera na fonte milagrosa. Com isso, explicará que o prefeito surtou e está abrindo o bico sobre o tesouro secreto de Serro Azul. Ele exigirá que a vilã dê um jeito de controlar o esposo de Marilda (Letícia Spiller). Entenda por quê.

“Feliciano, meu amigo tão querido… O que aconteceu com você… E o que lhe trouxe?”, perguntará Valentina. “Para eu vir aqui é porque o assunto é sério”, responderá Feliciano. “Deve ser mesmo, pra você ter uma recaída feia dessas, voltar ao seu antigo modo mendigo…”. “Pode passar a parte em que finge que se importa comigo, Valentina, porque o que me trouxe é que lhe interessa de verdade”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“E o que poderia me interessar mais do que o bem-estar de alguém como você, que me deu a mão numa hora tão difícil?”. “O que o Eurico, seu mais recente aliado, está aprontando neste exato momento”. “Ora, Feliciano… Sem essa de aliado! Eu e Eurico somos cunhados, é natural que…”. “Ele está abrindo o bocão e revelando o segredo da fonte. Acho que isso te preocupa mais que dar explicações sobre o verdadeiro teor da relação de vocês dois, certo?”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

Neste momento, Valentina ficará impassível e Feliciano continuará: “Eurico está tentando aliviar a consciência se confessando com o padre. Até aí o segredo da confissão nos protege. Mas, do jeito como está perturbado, nada garante que ele não faça o mesmo pra cidade inteira”. “Acho que você está me confundindo com alguém. Não tenho a menor ideia do que está falando”, mentirá a vilã.

“Pode parar de bancar a desentendida. A gente sabe que você já ouviu tudo sobre a irmandade, inclusive que sou um dos membros dela… e está determinada a ganhar dinheiro com a água da fonte. Pra isso, deu um jeito de aliciar o Eurico. Se ele sair por aí contando tudo, será tão ruim pra nós quanto pra você”.

“E você veio me pedir que dê um jeito de manter o meu cunhado de bico lacrado. É isso?”. “Não! Vim exigir! E não só em meu nome, mas no de todos os guardiães. O Eurico surtou porque foi expulso da Irmandade. Isso aconteceu por sua culpa. Cabe a você evitar que ele fale”. “Por acaso está me propondo um pacto?”, indagará.

“Um cessar fogo provisório. Depois que consertar a besteira que fez, a nossa guerra começa de novo”. “E se eu não aceitar sua proposta?”. “Aí nosso mundo tão certinho vira de cabeça pra baixo. E você não terá outra saída senão fugir de novo daqui com o rabo entre as pernas… E dessa vez sem minha ajuda”, concluirá Feliciano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais