O Sétimo Guardião: Olavo questiona sociedade com Valentina

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, Globo, Olavo (Tony Ramos) se juntou a Valentina (Lilia Cabral) em Serro Azul. Mas o sócio parece não estar gostando muito de ser passado para trás. A vilã nunca lhe passa informações sobre o que está acontecendo e isso já o deixa irritado. Nos próximos capítulos, o empresário vai se queixar contundentemente. Confira.

“Não me vem com desculpa! Eu te conheço muito bem. Você não me chamou porque não quis. Que raio de sociedade é esta nossa em que você se dá o direito de ter segredos pra mim?”, perguntará Olavo. “Não é nada disso, Olavo”, responderá Valentina. “Claro que é. E não queira me fazer de idiota! Nessa história só um de nós tem tudo a perder: é você. Não esqueça que a proposta dos chineses continua de pé. E até a fortuna que me prometeu vir parar nas minhas mãos, aquele documento que você assinou continua valendo e eu posso fazer com sua empresa o que quiser”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Valentina se abala e chora após brigar com Gabriel, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Sei muito bem os riscos que estou correndo. Afinal, assinei o documento porque quis, você não me obrigou. Mas continuo insistindo que foi tudo muito rápido: de repente a governanta descobriu o túnel e desembocou na minha sala, o Sampaio me alertou e eu tive que improvisar”. “Só que seu improviso não deu certo, porque ela continua por aí vagando”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“É. Mas como não lembra de nada…”. “E se ela lembrar de repente e sair por aí espalhando essa história do túnel?”. “Aí, eu mando o Sampaio improvisar de novo… E dessa vez não vai ter erro. Mesmo porque não existe mais túnel… Pelo menos por enquanto. O que achou dessa minha ideia de mandar fechar a passagem do meu lavabo para a fonte?”.

“Nisso você acertou… Desde que possa reverter a situação depois”. “Sobre isso não vejo nenhum problema. O túnel será reaberto assim que a desapropriação da casa se concretizar… E aí nós retomaremos o nosso plano original”. “Até lá não dê nem mais um passo sem antes me avisar. Ou não haverá mais torre de tevê e de telefonia celular pra ninguém na porcaria dessa cidade… E sua empresa vai virar uma filial do Ching Ling”, concluirá Olavo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio