O Sétimo Guardião: Marilda ouve Geandro e Júnior falando sobre arma de Eurico

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Marilda (Letícia Spiller) flagrará uma briga de Geandro (Caio Blat) e Júnior (José Loreto). Na ocasião, o filho mais velho da primeira-dama falará sobre a arma de Eurico (Dan Stulbach), que sumiu. O objeto foi furtado pelo filho secretário de Educação e Cultura, que queria matar Gabriel (Bruno Gagliasso). Agora, eles terão que inventar uma desculpa. Confira.

“Parem com isso! Que conversa de arma é essa?”, perguntará Marilda. “A senhora entendeu errado, mãe…”, responderá Júnior. “Nunca tive problemas de audição, Eurico Júnior. De que arma vocês estão falando?”, insistirá. “Ouviu bem, mas entendeu errado… É arma no sentido figurado, como um plano, uma tática… Arma… Arma para conquistar votos. É isso”, mentirá Geandro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Valentina se abala e chora após brigar com Gabriel, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Se estão falando de como conseguir votos… Estão brigando por quê?”. “Porque não concordo em enganar os eleitores. Não acho que mentir para o povo seja uma boa estratégia para se virar prefeito…”, argumentará Geandro. “Por isso seu pai escolheu Júnior e não você, Geandro. Você não entende nada de política! E não quero ver mais briga aqui!”, falará Marilda e sairá. “Nada como uma demonstração prática pra você entender minha recusa… Assunto encerrado!”, falará Geandro para Júnior. “A gente volta a falar disso outra hora…”, concluirá Júnior.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

Em O Sétimo Guardião, depois de conhecer a história de sofrimento de Valentina (Lilia Cabral), que foi abandonada no altar, Luz (Marina Ruy Barbosa) entenderá que Gabriel repetiu a história. A mocinha vai comparar o que o galã fez com Laura (Yanna Lavigne) pouco antes de chegar a Serro Azul. Confira.

“Foi o que você fez com a Laura. Ficou chocado porque seu pai fez isso com sua mãe… E não acha estranho que tenha feito o mesmo com sua noiva?”, dirá Luz. “No meu caso foi diferente”, responderá Gabriel. “Não! Isso é o mais estranho: é praticamente a mesma história! Você não gostava da Laura? Não era apaixonado por ela?”, insistirá.

“Sim, eu era”. “Mas, no último instante, na hora do casamento, a abandonou. Então, me explica: por quê?!”. “Não sei, Luz! Só sei que me deu vontade ir embora, sumir, sair pela estrada afora…”. “E vir direto para um lugar do qual você nunca tinha ouvido falar e onde um dia seu pai fez o mesmo com sua mãe? É coincidência demais!”.

“Não, Luz, não é só coincidência, é muito mais que isso… É um mistério! E a explicação só pode estar naquela casa onde meu pai se enfurnou e viveu sozinho a vida inteira. Eu tenho que descobrir que explicação é essa. E para isso, nem que seja na marra: ainda hoje, de uma vez por todas, vou entrar no casarão”, concluirá Gabriel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio