O Sétimo Guardião: Marilda diz a Fabim que dará o que ele quiser caso o pedreiro encontre Eurico

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Marilda (Letícia Spiller) aparecerá desesperada para saber o paradeiro de Eurico (Dan Stulbach), que sumiu, para ela. Com isso, se mostrará disposta a qualquer coisa para encontrá-lo, até mesmo dar o que Fabim (Marcelo Mello Jr.) quiser. “Que hora mais inconveniente! Já te disse que….”, falará a primeira-dama. “Tá toda nervosa hoje, pensa que não reparei? Andando pra cá e pra lá… O que foi?”.

“Meu marido sumiu!”. “Se está com saudades daquilo que tô pensando, eu posso ajudar…”. “Quer saber? Pode me ajudar mesmo! Você não gosta de andar pelos matos?”. “Posso ir lá sim, só me mandar…”. “Então, se embrenha nos matos aí e ajuda a procurar o Eurico!”. “Logo vi que ia refugar de novo!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Vamos fazer assim: acha meu marido que a gente entra num acordo, aí eu dou o que você quer!”. “Feito! Vou te deixar feliz… Duas vezes!”, dirá Fabim e sairá. “Não sei se fiz bem… Mas uma esposa que quer achar o marido precisa fazer sacrifícios!”, concluirá Marilda.

Ainda em O Sétimo Guardião

Em O Sétimo Guardião, Eurico vai sair desnorteado e ninguém terá notícias suas. Marilda (Letícia Spiller), por exemplo, ficará preocupada com o paradeiro de seu marido e procurará o delegado. Machado (Milhem Cortaz) prometerá investigar a situação. Para isso, ele procurará Gabriel (Bruno Gagliasso) para entender o que aconteceu com o político, que foi expulso da irmandade pelo guardião-mor. Confira.

“Ajudar? Desculpa, mas não estou vendo como…”, responderá Gabriel ao pedido de Machado. “Eu é que não sei como eu vou procurar um homem sem saber o que se passa na cabeça dele! Será que fugiu da cidade? Virou alguma coisa tipo León? Uma planta, uma pedra?”, questionará o delegado. “Posso garantir que nem planta e nem pedra”, dirá o protagonista.

“Não vou ficar aqui brincando de adivinhar!”. “Ele não virou nada! Na aparência, vai continuar igual”. “Então o sumiço não tem a ver com o castigo?”. “Pode ter! Ele deve estar perturbado, deprimido, envergonhado… Afinal de contas, foi escorraçado. E também porque a vida pessoal dele está sendo afetada, com certeza”, avaliará.

“Tanto é que a esposa dele tá lá desesperada!”. “Imagino. Mas saber qual foi o castigo não vai lhe dar nenhuma pista, pode acreditar”. “Ah Gabriel, conta, vai… Facilita o trabalho da polícia aí! Adianta meu lado! Nem parece que sou guardião também, poxa!”. “Eu vou contar pra você sim, Machado… Quando todos os guardiães se reunirem de novo! Até porque não é certo falar só pra um membro”. “Duvido que o livro mande fazer tanto mistério!”. “O único mistério que lhe cabe desvendar é o sumiço de uma pessoa. Então… Boa sorte!”, concluirá Gabriel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais