O Sétimo Guardião: Marcos Paulo avalia água milagrosa para desvendar mistério

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Valentina (Lilia Cabral) não vê a hora de começar a explorar a fonte milagrosa de Serro Azul. Ela já se articula para implantar seu projeto milionário o mais rápido possível. Ela pedirá para Marcos Paulo (Nany People), que é química, avaliar as propriedades existentes no líquido. Confira.

“Vai demorar quantas horas mais pra fazer a análise dessa água, hein, Marcos Paulo?”, perguntará Valentina. “Deixa eu trabalhar em paz!”, responderá Marcos Paulo. “Isso é jeito de falar comigo? Vou lhe mandar de volta pra Paris a nado! Deixa eu entrar, Marcos Paulo…”, pedirá, forçando a porta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Valentina se abala e chora após brigar com Gabriel, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Quem está aqui não é o Marcos Paulo!”. “Não é você que diz que mudou de sexo, mas não mudou de nome?!”, explicará. “Aqui e agora sou só an artist at work! Ou seja: um artista elaborando sua grande obra!”. “Está enfeitando o pavão só para eu valorizar seu trabalho, né?”. “Não preciso disso. Você sabe que meu trabalho é sério e vale milhões. Só que, quanto mais interrompe, mais demora. Então… Aguarde!”, concluirá.

Ainda em O Sétimo Guardião

Em O Sétimo Guardião, Feliciano (Leopoldo Pacheco) se convenceu mesmo de que não existe passagem secreta para a fonte milagrosa. Para ele, o que existe é um buraco sem saída que confundiu tanto Judith (Isabela Garcia) quanto Milu (Zezé Polessa). O que ele nem imagina é que Sampaio (Marcello Novaes) fechou provisoriamente o túnel. Confira.

“O que foi que aconteceu agora, Feliciano?”, perguntará Ondina. “Calma que a notícia é boa…”, responderá Feliciano. “Então, desembucha logo”. “Não existe outro acesso à fonte! Eu e a Milu fomos com Judith até lá. A tal passagem que ela encontrou vai dar numa parede de pedras, que deve estar lá faz séculos”, explicará.

“Que alívio! Sendo assim, não temos mais motivos para adiar a conversa com Gabriel…”, avaliará a dona do cabaré. “Só precisamos avisar os outros e convocar o rapaz para conversar com todos”, ponderará Feliciano. “Vamos fazer isso logo”, concluirá Ondina, ansiosa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio