O Sétimo Guardião: Marcos Paulo articula plano com Mattoso para ganhar dinheiro com a fonte

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Marcos Paulo (Nany People) terá uma conversa com Mattoso (Tuca Andrada) que dará pistas de seus reais objetivos em Serro Azul. A química tem dito que está do lado do bem, mas afirmará que quer lucrar algo com a fonte milagrosa. Os dois estarão no cabaré de Ondina (Ana Beatriz Nogueira), quando o moreno recordar uma conversa que teve com a irmã Confira.

“Como a Valentina vai reagir quando souber da minha chegada em Serro Azul?”, perguntará Mattoso. “Adivinha! Vai soltar os bichos, né, meu irmão?”, responderá Marcos Paulo. “Só por que eu sumi da vida dela?”. “Só porque roubou ela! Esqueceu que, antes de sumir, pescou da bolsa da madame até o último centavo?”. “E bota centavo nisso! Com aquela grana, eu consegui viver um ano…”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Bebeto descobre que Nicolau escondeu resultado de seu teste de dança, em O Sétimo Guardião, na Globo

“E ela deixou de confiar em mim por sua causa”. “Mas voltou a confiar. Se até te chamou pra cá”. “Ela mudou, eu mudei, mas você continua igual: finge que se apaixona, elas caem na sua lábia e você rouba a grana das coitadas e some!”. “Nesse caso, nem foi lábia! Muito esperta ela, tive que partir pro roubo puro e simples”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Você se orgulha disso, né?”. “Cada um com sua vocação, Marcos Paulo. A sua é a química, a minha é roubar mulheres incautas. Qualé, hem, meu irmão?”. “Irmã! Nosso parentesco não mudou, mas o meu sexo sim!”. “Eu também estou pensando em mudar. Deixar essa vida de conquistador, agora que a idade está chegando… Mas precisava afanar só mais uma, pra garantir minha aposentadoria”.

“Por isso que te chamei. Pra te dar essa força!”. “Nossa mãe ia ficar orgulhosa se visse os manos trabalhando juntinhos. Diz aí o plano!”. “É claro que vou ajudar Gabriel a impedir que a mãe e o sócio dela se apossem da fonte. Vou fazer isso por razões humanitárias até, já que concordo com ele: o lençol d’água que está debaixo daquela gruta tem que ser preservado”. “E você vai fazer isso de graça?”, questionará o mulherengo.

“Até poderia. Mas não vou me queixar se ganhar uma boa grana nessa história. E pra isso eu preciso de você, meu irmãozinho”, revelará. “Tou nessa! Ganhar uma boa grana é algo que curto fazer desde quando era menino”. “Desde quando a gente era menino!””, falará Marcos Paulo. Neste momento, a recordação terminará. “E como é que vou te ajudar nisso?”, questionará Mattoso. “Depois eu te falo!”, responderá Marcos Paulo, concluindo a conversa.

Clique, aqui, e continue lendo sobre este capítulo…

CONFIRA O RESUMO DOS CAPÍTULOS DESTA SEMANA

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio