O Sétimo Guardião: Lourdes Maria vai atrás de Olavo, em São Paulo, e ele a expulsa

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Lourdes Maria (Bruna Linzmeyer) vai procurar Olavo (Tony Ramos) em São Paulo. A garota acreditou que, se aparecesse desamparada na frente dele, poderia conseguir comovê-lo. O plano sairá todo errado e, para piorar, o bilionário a expulsará de sua empresa, deixando a garota de Serro Azul, completamente transtornada. Confira.

“O que você está fazendo aqui?”, perguntará Olavo ao ver Lourdes Maria. “Tentando marcar um horário com você… Com o senhor!”, responderá a garota. “Como foi que me achou?!”. “Tem um letreiro enorme com o nome da empresa aí fora… Fui perguntando e achei de boa! Sou do interior, mas não sou burra!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Ondina e Milu acreditam que Eurico traiu irmandade, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Não estava num convento de freiras, garota?”. “Foi atrás de informações minhas?”. “Escutei por acaso! Cidade pequena, já viu!”. “Sabia que estragou minha vida?”. “Não se faça de vítima, porque você não é!”. “Sou, sim! Fui expulsa de casa por culpa sua! Não tenho mais ninguém pra pedir ajuda nesse mundo… Só você!”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Faz favor!”. “Pois não, doutor Olavo?”. “Eu quero que você testemunhe essa conversa”, dirá Olavo para sua secretaria que chegará ali. “Só deixei a moça esperar porque ela falou”, argumentará a funcionária. “Se você não sair daqui, eu chamo a polícia e digo que está me assediando”, dirá Olavo. “Como é que é?! Depois de tudo que aconteceu entre nós… você me trata desse jeito?!”, rebaterá Lourdes Maria.

“Não aconteceu nada entre nós! Nada! Isso é coisa da sua cabeça!”. “Como é que tem coragem de dizer uma coisa dessas, Olavo? Eu me entreguei pra você…”. “Pode provar? Então, não afirme! Sabe quantos advogados tenho no meu departamento jurídico?”. “E ainda ameaça me processar?! Pensei que fosse um homem digno, honrado…”.

“Claro que sou! Não é você, cheia de interesses e sem experiência da vida, que vai me medir com sua régua torta! Me ofender só vai piorar!”. “Minha ideia não era essa, eu só queria…”. “Eu sei bem qual era sua ideia! Saiu daquele fim de mundo pra vir atrás de mim com essa cara de cachorro abandonado, achando que ia me manipular”.

E mais!

“Pensei que ia me dar um apoio, um abrigo…”. “Eu vou te dar sabe o quê? Uma lição, menina! Nunca dependa da bondade alheia! Ainda mais quando está cheia de maldade. Fora! Fora da minha empresa, da minha vida! Sai!”. “Tudo bem, doutor Olavo? Algum problema?”, perguntará um segurança que chegará ao ouvir a gritaria.

“Bota essa invasora no olho da rua… Agora!”. “Não faz isso comigo, Olavo! Nãããão! Olavooo! Me solta! Vocês tão me machucando! Me soltaaa!”, gritará Lourdes Maria, sendo retirada. “Fica longe daqui, garota… Pro seu bem!”, afirmará um segurança, já na calçada. “Olavo, não faz isso comigo… Só tenho você!”, falará aos prantos. E continuará: “Quê que eu vou fazer… Sem dinheiro, sem ninguém… Sozinha nessa São Paulo? O que faço agora, meu Deus? O que eu faço? E agora? Aonde vou? Meu Deus, eu não sou de rezar, mas faz o Olavo mudar de ideia e aparecer aqui agora… Por favor!”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais