O Sétimo Guardião: Gabriel diz a Eurico que León pode matá-lo caso ele continue contando sobre a Irmandade

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Gabriel (Bruno Gagliasso) chamará Eurico (Dan Stulbach) para uma reunião com os guardiões. O objetivo é fazer com que ele pare de contar sobre a irmandade para outros personagens. O prefeito ficou desesperado depois que foi castigado e precisou de confessar com o padre Ramiro (Ailton Graça). Confira como será a conversa.

“O que é que o Eurico falou para o padre?”, perguntará Milu (Zezé Polessa). “Foi por isso que nos chamou aqui?”, questionará Ondina (Ana Beatriz Nogueira). “Ele contou da irmandade?”, perguntará Aranha (Paulo Rocha). “Se fez isso, me diz que foi em confissão!”, dirá Machado (Milhem Cortaz). “Vocês estão ansiosos e têm motivo pra isso…”, dirá Gabriel.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Por favor, Gabriel! Sei que padre Ramiro veio lhe procurar…”, dirá Eurico, chegando de repente. “Isso não é novidade pra nenhum de nós”, pontuará Gabriel. “Ele lhe disse como eu estou arrependido?”, questionará o prefeito. “Vai dizer que se arrependimento matasse, estaria morto, Eurico? Me poupe”, dirá Feliciano. “Por que você me chamou? Vai me perdoar e me aceitar de volta?”, indagará. “Perdoar você, Eurico?”, perguntará Gabriel.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Não foi pra isso que mandou me chamar?”, perguntará o político. “Não. Foi pra dizer que o padre veio me pedir para confirmar a existência da irmandade”, responderá Gabriel. “E o que você falou pra ele?”. “Nada. Já você, não pode dizer o mesmo”, provocará Gabriel. “O Eurico abriu mesmo o jogo sobre a irmandade?”, indagará Milu.

“Só confessei meus pecados!”, falará Eurico. “Você contou tudo sobre a gente pro padre?!”, perguntará Ondina. “É óbvio, né Ondina? “, dirá Machado. “Tava na cara. Aquela movimentação toda lá na igreja…”, falará Feliciano. “Era só o que nos faltava…”, reagirá Aranha. “Dê graças a Deus por ter revelado tudo isso em confissão, o que obriga o padre a manter o sigilo do sacramento”, minimizará Eurico.

“Dá pra explicar porque fez isso?”, perguntará Milu. “Não… Porque nem eu sei!”, responderá. “Claro que sabe. Pra se vingar de nós porque foi expulso!”, rebaterá Gabriel. “Não! O que aconteceu foi que… Depois de tudo aquilo… O teste, a expulsão, o castigo…”, explicará Eurico. “Que ainda não sabemos qual foi…”, pontuará Ondina.

“Nem devem!!! Fiquei transtornado! O sentimento de culpa estava me sufocando! Precisava falar com alguém que me ouvisse, acreditasse no meu arrependimento… E me perdoasse! A única pessoa que podia fazer isso, sem contar nada depois, era o padre!”, argumentará. “E pelo menos ele te perdoou?”, indagará Milu.

“Falou que só Deus pode me perdoar”. “Não dizem que Ele é misericordioso? Talvez um dia faça isso. Mas até lá, se você sair por aí contando nosso segredo pra expurgar sua culpa, que fique bem claro: vai acabar sumindo!”, avisará Gabriel. “Isso é uma ameaça? Vocês teriam coragem de fazer alguma maldade comigo?!”, perguntará Eurico.

“Nós, não. Mas León, pode ter certeza que sim. Por isso, depois dessa bola-fora que deu com o Padre, trate de manter o bico fechado!”, responderá o protagonista. “Então, foi pra isso que me chamou aqui? Pra me humilhar pela segunda vez e ainda me ameaçar?! Já não basta o castigo horrível que me deu?!”, falará o político. “Você tinha outra escolha! Podia ter virado gato, feito o León. Mas achou que seria pior”, rebaterá Gabriel. “Isso não pode e nem vai ficar assim”. “Só depende do que está pensando em fazer… Porque aí pode ficar ainda pior pra você”, concluirá o guardião-mor.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais