O Sétimo Guardião: Gabriel deduz que foi Sampaio quem incriminou Luz

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, os personagens do bem estão aliviados porque Luz (Marina Ruy Barbosa) foi solta. Ela foi presa injustamente, depois de uma armação de Valentina (Lilia Cabral). Mas Gabriel (Bruno Gagliasso) quer saber quem foi que colocou a joia da empresária no quarto da protagonista. Depois de uma conversa com Lucilene (Liza Gomes), ele entenderá que foi Sampaio (Marcello Novaes) quem montou a armadilha. Confira.

“Finalmente, Luz! Que bom que te soltaram e que vocês já chegaram!”, afirmará a diarista. “Tava com saudade minha, era?”, perguntará Luz. “Atrasei o serviço pra não deixar a porta encostada como da última vez, mas acho que acabei fazendo duas faxinas…”, responderá Lucilene. Neste momento, Gabriel ficará intrigado. “Peraí, Lucilene… Essa última vez foi no dia em que a Luz foi presa, não foi?”, questionará.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Laura convida Gabriel para ir a seu quarto, em O Sétimo Guardião, na Globo

“É… acho que sim. Seu Sóstenes tinha ido em Greenville”, responderá. “Por acaso você comentou com alguém que deixou a porta aqui de casa só no trinco?”. “Eu? Comentar o que se passa nas casas? Nunca!”, reagirá ela, tentando escapar das questões do galã. “Tem certeza?”, insistirá Gabriel. “Não é do meu feitio. Sempre fui discretíssima”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Do que você está desconfiado, Gabriel?”, indagará Luz. “Acha que alguém entrou aqui para prejudicar minha neta e plantar o colar na mochila dela?, perguntará Sóstenes. “Não me olha assim, seu Gabriel. Não faria uma coisa dessas, por Deus. Trabalho aqui há anos!”, se defenderá a diarista fofoqueira. “Ninguém está suspeitando de você. Mas faz sentido que alguém tenha entrado aqui, já que a porta estava só encostada. Tenta lembrar se comentou com alguém sobre isso…”, explicará Gabriel.

“Naquele dia terminei a faxina e fui até o quiosque do Nicolau…”. Neste momento, ela se lembrará de ter comentado com João Inácio e Socorro. “Você falou isso na frente deles?”, questionará Sóstenes. “Sim, mas nem dona Socorro, nem seu João Inácio iam prejudicar a Luz!”. “Claro que não. Nem tinham razão pra isso”. “Tinha mais alguém por perto que pudesse ouvir?”, perguntará Gabriel.

“O quiosque não estava tão lotado, mas… lembro que vi outra pessoa por lá, sim”. “Quem?”, pergutará o protagonista. “Aquele sujeito mal encarado que trabalha pra sua mãe”, responderá. “Matamos a charada! Foi o Sampaio quem te incriminou, Luz!”, concluirá Gabriel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio