O Sétimo Guardião: Disposta a se vingar cruelmente, Laura ameaça Valentina

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Laura (Yanna Lavigne) vai obrigar Valentina (Lilia Cabral) a conversar com ela. A patricinha voltou ao sobrado disposta a se vingar da empresária, que tentou assassiná-la. Com isso, a megera não terá escapatória. “Não quer sentar? Sei que ainda está fraca…”, falará Valentina, sonsa. “Nunca me senti tão forte! Diferente de você, que continua metida a besta, mas na verdade está acuada”.

“Por você?”. “Por mim e pelo meu pai, que vai te obrigar a rastejar aos pés dele feito…”. “Uma cobra? Cuidado… Serpentes quando estão na defensiva não hesitam em dar o bote”. “Ainda bem que avisou! Assim a gente se prepara pra pisar na sua cabeça, antes que ataque”. “Laura, eu falhei quando tentei te matar…”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Bebeto descobre que Nicolau escondeu resultado de seu teste de dança, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Vai pedir desculpas pela falha?!”. “Estou é lamentando que deu errado na primeira vez… Mas na segunda, não vou falhar!”, afirmará Valentina, fechando a porta de seu quarto. “Quem disse que isso é uma segunda chance?”. “Duvida que eu te mate agora? Quer como? Com um golpe de abajur? Ou asfixiada no travesseiro?”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Você pode até fazer isso… Mas também não vai sair viva dessa história”. “Por quê? Seu fantasma vai vir pegar o meu pé?”. “O Sampaio é que vai vir te pegar! Ele sabe que estou aqui, meu pai está no quarto a poucos passos… Não estou só!”, avisará Laura, enquanto Valentina pegará uma tesoura. “Então, pode gritar por eles… Que vou começar a te matar agora!”.

“Não vou chamar nenhum dos dois, sabe por quê? Porque sei que a madame está blefando!”, enfrentará Laura. “Quer pagar pra ver? Você que escolhe!”. “Você não tem mais cartas na manga, Valentina! Ficou isolada, nem seu filho está contigo. Você sabe que, se me matar, Gabriel não vai te visitar na cadeia… Nem ele e nem ninguém! Você vai perder o jogo… E eu vou ficar com a bolada toda”.

“Que seria?”. “A sua empresa… E o resultado do trabalho que Marcos Paulo está fazendo naquele laboratório”. “Desistiu de falar da fonte pra todo mundo?”. “Tenho um bom motivo pra manter segredo: eu e meu pai vamos ganhar milhões com aquela água!”. “E eu pelo jeito, vou ter que voltar pra merda!”. “A merda é pouco… Você merece a cadeia! É só eu te denunciar por tentativa de homicídio! Quando souber que você me jogou da escada, meu pai chama um juiz amigo dele, aí o Sampaio depõe como testemunha… E adeus, Valentina!”.

E mais!

“Sampaio vai contar que tentou esconder seu corpo, quando achei que você estava morta?”. “Vai dizer a verdade: que me tirou daqui e me escondeu pra você não tentar me matar de novo”. “Seu plano é bom. Não achei furo”, admitirá Valentina. “Porque não tem! Você pode parar na cadeia… Mas não precisamos chegar a tanto. Já está condenada desde que assinou aquele contrato com meu pai”.

“Assinei sem ler… E não me arrependo. Mas se não quer me botar pra cadeia, o que veio me dizer então?”. “Que seu sofrimento será eterno! Sua pobreza será eterna! Sua desgraça será eterna! Você já era, Valentina… Vai perder tudo! E eu quero saborear cada segundinho do seu suplício”. “A pior parte é ter que ficar olhando sua cara”. “Também cansei da sua por hoje. Tira a chave daí dessa caverna e abre a porta”, concluirá Laura, que sairá e deixará Valentina preocupada.

Clique, aqui, e continue lendo sobre este capítulo…

CONFIRA O RESUMO DOS CAPÍTULOS DESTA SEMANA

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio