O Sétimo Guardião: Após sumiço, Marilda reaparece nua e conta história esquisita

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Marilda (Letícia Spiller) deu uma sumida de Serro Azul. Eurico (Dan Stulbach) ficou muito preocupado e colocou todos atrás da esposa. No entanto, ele se surpreenderá quando ela aparecer nua e contar uma história esquisita. A primeira-dama estava na fonte mágica, onde se utiliza, secretamente, da água para permanecer jovem. Confira.

“Mas… Que doidice é essa, quem é a senhora…”, perguntará Eurico, sem reconhecer a esposa, que usa uma folha de bananeira para esconder o rosto. Ele mesmo se dará conta: “É Marilda!”, falará. Todos ficarão de queixo caído. “É ela, é Marilda!”, insistirá o prefeito. “Não, Eurico, é só o que restou dela!”, falará a primeira-dama.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Luz e Gabriel se beijam pela primeira vez, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Por que você diz isso, minha querida?”. “Que foi que lhe fizeram, mãe?”, perguntará Júnior. “Que roupas são essas, e por onde você andou?”, indagará Geandro. “Eu… Eu… Eu… Não faço a menor ideia!”, responderá. “Como não faz a menor ideia, mulher? Você sumiu o dia inteiro! A polícia está à sua procura, já se fala até em sequestro…”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“E foi isso mesmo! Sequestro, a palavra é essa. Acho que fui sequestrada, raptada, drogada, sedada, bullymizada, perdida e mal paga, sei lá. Quando acordei tava no mato vestida com essa roupa fedorenta, sem saber o que tinha me acontecido e sem ninguém por perto… E aí vim pra casa correndo…”, falará Marilda, se aproveitando da situação.

“Mas que história mais danada de esquisita é essa?!”, falará Eurico. “Bota esquisita nisso”, endossará Lucilene. “Quem não está comigo, está contra mim! Vocês não acreditam na minha história?”, perguntará Marilda. “Talvez, se der mais detalhes pra gente…”, dirá Júnior. “Depois! Se me lembrar de alguma coisa, senão… Esqueçam! A polícia que se vire e tente descobrir tudo. Agora o que eu quero mesmo é comer, porque estou faminta, depois tomar um belo de um banho… E dormir! Sobrou alguma coisa do jantar?”, perguntará.

E mais!

“Um frango assado inteiro. Tava todo mundo aflito por sua causa. Ninguém quis comer…”, responderá a empregada. “Traga já aqui! “Marilda, você não está bem, preci sa ser examinada pelo dr. Aranha…”, sugerirá Eurico. “Me deixa em paz, Eurico, já basta o que sofri!”, rebaterá Marilda. “Pelo amor de Deus, mãe!”, reagirá Júnior. “O que você vai fazer com isso?”, perguntará Geandro ao ver a mãe com o frango.

“Comer! Não vou deixar nem os ossos!”, avisará e sairá. “Se querem saber minha opinião…”, dirá Lucilene. “Claro que não queremos!”, responderá Eurico. “Mesmo assim eu dou. Seja o que for que aconteceu, vocês nunca saberão pela boca de dona Marilda. Ela vai guardar segredo!”. “Segredo vai guardar você, não é mesmo? Ou eu mando o trator da prefeitura passar por cima daquele seu barraco… E com você lá dentro!”, ameaçará o prefeito.

“Não precisa fazer isso, seu prefeito, meus lábios estão selados… Com cola-tudo!”, recuará ela. “O senhor não vai falar com a mãe?”, perguntará Júnior. “Vou… Depois que ela comer o frango”, responderá. “Melhor deixar pra amanhã, depois que a poeira assentar”, sugerirá Geandro. “É. Amanhã será outro dia, e aí… Quem sabe eu não desvendo esse mistério?”, se perguntará Eurico.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio