O revolucionário Clip Clip saía do ar há 31 anos

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 14 de março de 1987, saía do ar o programa Clip Clip, um marco entre os espectadores da geração anos 1980 que assistia à Globo. Antes de existir a antiga e saudosa MTV Brasil, era o Clip Clip que mostrava os principais lançamentos nacionais e internacionais de videoclipes. A direção era de José Bonifácio de Oliveira, o Boninho.

Com uma hora de duração, o Clip Clip estreou no dia 16 de setembro de 1984, e ia ao ar aos domingos, ao meio-dia e meia. Mais adiante, migrou para as tardes de sábado, na faixa das 14h30. O programa era apresentado por dois fantoches, os bonecos Muquirana Jones e Edgar Ganta, que, num cenário que remetia às histórias em quadrinhos, anunciavam os clipes fazendo graça e interagindo com os vídeos. Os bonecos foram criados e manipulados por Ferré e Roberto Dornelles, do grupo de teatro Cem Modos (de Porto Alegre – RS), os mesmos que responderam pela criação dos bonecos da TV Colosso. Mário Jorge fazia a voz deles.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em cada edição, Clip Clip exibia, normalmente, dez números musicais. Na estreia, exibiu com exclusividade mundial um trecho inédito do show do cantor Michael Jackson em uma turnê pelos Estados Unidos. O programa também costumava trazer trechos de entrevistas e novidades sobre o cenário musical do Brasil e do exterior.

Clip Clip imprimiu novidades à maneira de se fazer televisão, ao fazer um programa jovem, ágil e moderno, absorvendo muito do que era a cultura dos anos 1980, servindo praticamente como um precursor da linguagem que seria consagrada pela MTV Brasil nos anos 1990. Numa época onde não havia TV paga, internet e muito menos banda larga, era o programa que apresentava as novidades do mundo da música para uma molecada ávida por informações, mas sem tanto acesso a elas.

Por conta de sua linguagem modernosa, Clip Clip se tornou um ícone de seu tempo. A ideia de trazer bonecos no comando do programa era uma forma de, justamente, buscar uma ousadia na linguagem da atração. Segundo o site Memória Globo, o recurso permitia muitas possibilidades na edição, já que era permitido fazer praticamente de tudo com os bonecos. Por meio do chroma key, Muquirana Jones e Edgar Ganta “conversavam” com astros internacionais e invadiam os clipes. Na estreia, por exemplo, eles apareceram conversando com nada menos que Michael Jackson.

Ainda de acordo com o Memória Globo, Clip Clip também era famoso por usar e abusar de efeitos especiais. O designer Hans Donner preparou uma abertura com imagens geradas por computador. E cada movimento das palavras “clip clip” no vídeo provocava um som semelhante ao do “plim-plim” da Globo, enquanto imagens passavam em vários ângulos.

Clip Clip marcou a estreia de J.B. de Oliveira, o Boninho, como diretor na Globo. O programa era produzido por Wilson Rodrigues e Salem Barbosa.

Leia também:

Há 13 anos, estreava a novela América

Relembre a chamada de estreia do Clip Clip:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio