reprise

O Rei do Gado: Marcos chega ao limite e desconta raiva em Lia, que fica sem entender nada

Julgamento sobre o assassinato de Ralf tira o sono do rapaz

Publicado em 18/05/2023

Com o julgamento do assassinato de Ralf (Oscar Magrini) se aproximando em O Rei do Gado, a situação de Marcos (Fábio Assunção) está prestes a ser definida. Nos próximos capítulos da trama, que está sendo reprisada na Globo, o jovem não consegue esconder sua preocupação e acaba descontando sua raiva em Lia (Lavinia Vlasak).

Durante uma refeição em família, a mocinha fala sobre seu marido. “Parece que o Aparício (Almir Sater) apaixonou mesmo pelos seus bois né, pai? Não fala mais nem em voltar pra casa”, diz ela. “Aquele violeirinho tá me saindo melhor que a encomenda, viu, filha? Ele se interessou mesmo pelo negócio. Levou a sério”, reage Bruno Mezenga (Antonio Fagundes).

Levou mesmo, viu, Marcos? Conta para ele, pai“, fala Lia. “Tá fazendo uma cruza de nelore com limousin. Olha, é uma coisa que eu tava querendo fazer há muito tempo”, explica Bruno. “É, eu tô por dentro disso. Cê devia ir lá ficar com ele. Pra não acontecer com vocês o que aconteceu com nosso pai e nossa mãe“, opina o pai do filho de Liliana (Mariana Lima).

Do que você tá falando?“, estranha Bruno. “É, Marcos, do que é que você tá falando?“, insiste Lia. “Tô falando de nada. Falando que para bom entendedor, a meia palavra basta. Dá licença”, fala o rapaz, que se levanta e sai da mesa, deixando todos sem entender.

Marcos (Fábio Assunção) O Rei do Gado
Marcos (Fábio Assunção) O Rei do Gado

Marcos desabafa com Liliana

Cenas antes, Marcos, que teme ter sua prisão decretada, abre o jogo com Liliana e diz como está se sentindo. “Estaria tudo numa boa se não fosse o nosso filho. Eu não estaria nem me importando com isso. Lili, tô apavorado. Eu não sei o que eu faço, eu tô desesperado. Tô apavorado mesmo, Lili”, confessa ele, que não consegue segurar o choro.

Não fica assim. Você sempre foi tão forte”, consola Liliana. “Não sei o que vai acontecer comigo. Eu não consigo ver você com o nosso filho nos braços, esperando na fila do presídio. Maldita hora que eu fui enterrar aquele infeliz”, lamenta o filho de Léia (Silvia Pfeifer), que abraça Liliana e chora de vez.