O Outro Lado do Paraíso: Sem vontade de viver, Beth é amparada por Mercedes

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de doar o rim para Adriana (Julia Dalávia), Beth (Glória Pires) continuará sendo rejeitada pela filha e perderá a vontade de viver em O Outro Lado do Paraíso. Vendo seu estado de saúde frágil, Clara (Bianca Bin) vai levar a mãe para casa e pedir ajuda a Mercedes (Fernanda Montenegro) para salvar a vida dela. “Dona Mercedes está aqui mãe. Ela veio para ajudar”, anuncia a mocinha. “A senhora! Veio de tão longe. Não precisava”, diz Beth.

Mercedes senta ao lado de Beth. “A Clara me explicou, doou um rim”, diz a vidente. “Para doar para minha filha, Dri. Sem esse rim, ela não sobreviveria”, lembra. “Fez o que todas nós, mães, avós, mulheres fazemo. Damos um pedaço de nós pra quem amamos. Mas agora tá difícil”, lamenta a velha senhora. “Eu acho que não vou viver”, confessa Beth. “Eles falaram comigo… Eles me ensinaram a fazer um remédio pra você. Vai ajudar a se recuperar. Tá aqui. Tem que tomar uma colher por dia. É um remédio abençoado”, afirma a vidente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Série de Ingrid Guimarães é transferida do GNT para o Viva

Mas Beth não vai se mostrar nem um pouco animada com a notícia. “Não sei se adianta. Dona Mercedes, eu vim no mundo pra salvar minhas duas filhas. A primeira foi a Clara, quando fugiu do hospício… Nem sabia que era minha filha, mas salvei”, lembra. “Meu coração agradece. Eu amo a Clara como uma filha. É neta do Josafá (Lima Duarte), meu marido”, diz. “Minha outra filha eu abandonei quando era menina. Eu fui muito ingênua, fui pressionada pelo meu falecido sogro, caí na armadilha”, conta.

Beth vai lembrar do reencontro com a filha no julgamento. “Ela me defendeu até o fim, mas depois, não quis mais se aproximar de mim. Me culpa pela morte do avô que ela adorava. Dona Mercedes, eu dei meu rim como um último gesto. Agora eu posso partir”, diz. “Você não precisa partir”, afirma a vidente. “Eu não tenho mais o que fazer nesse mundo. Eu só tenho um coração ferido. Não tenho mais vontade… a senhora entende”, lamuria a mulher. “Entendo, minha filha. Toma o remédio. Uma colher em jejum. Todo dia. Agora vou te abençoar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio