O Outro Lado do Paraíso: Renato faz pacto com Fabiana: “Você pode tomar todo dinheiro da Clara”

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de se aproximar de Fabiana (Fernanda Rodrigues), Renato (Rafael Cardoso) vai finalmente revelar à ricaça falida qual seu verdadeiro interesse em O Outro Lado do Paraíso. No capítulo que vai ao ar na terça-feira, dia 19, a dondoca vai desconfiar do estilo de vida do médico. “Está há meses nesse hotel. Posso te fazer uma pergunta?”, pede a loira. “Se eu disser que não pode, vai fazer do mesmo jeito”, diverte-se o vilão. “O que você faz afinal?”, quer saber. “Tá cansada de saber. Sou médico”, lembra. “Então herdou… Como mantem esse hotel de luxo, tantos meses? Tem dinheiro de família?”, questiona.

Renato diz que não tem dinheiro e Fabiana vai ficar bolada. “Às vezes você é misterioso. Ah, tem mais uma pergunta que eu quero fazer e esta é muito séria… O que há entre nós realmente? No início pensei que era só um lance, enquanto estivesse pela cidade. Um crush de academia. Mas aí você continuou por aqui, continuamos a nos ver praticamente todos os dias… a gente continuou a se ver. Em horários variados… Percebi que não tem nada para fazer. Sua única atividade é me ver. Não que isso seja ruim. Mas… que você quer afinal?”, questiona.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Novo segredo de Desirée será guardado até o fim de O Outro Lado do Paraíso

Descaradamente Renato revela sua intenção. “Pra mim é óbvio. Vamos casar”, afirma, deixando Fabiana espantada. “Casar?”, pergunta. “ Tantos meses juntos foram suficientes pra gente se conhecer. É hora de tomar uma decisão”, insiste o médico. “Ah, eu sabia, eu sabia, eu sabia! Você me procurou de propósito. Com o único objetivo de casar comigo”, desconfia a loira. “E se for?”, continua Renato. “Bola fora, meu lindo. Você é adorável, bonito…gentil. Tudo que uma mulher quer. Não sei como não casou com uma piriguete ainda”, solta.

Fabiana continua insistindo que Renato está interessado no pouco que resta do seu dinheiro e o médico vai propor. “Mas podemos casar em comunhão parcial de bens. Tudo que é teu até agora, continua teu. O que entrar depois, é nosso”, propõe. “Melhorou. Diga o que quer com esse casamento”, pede. “Assegurar minha parte”, diz enigmático. “Sua parte do quê?”, fala a dondoca cada vez mais confusa. “Do dinheiro que vai ganhar… Eu posso te deixar rica. Mas quero metade pra mim. O casamento garante minha parte. E acho que vamos nos dar bem, casados”, afirma o médico.

Fabiana vai continuar querendo saber do que exatamente o médico está falando. “Sei que podia ta rica, se aquela moça não tivesse levado as pinturas, que deviam ta na tua casa”, lembra. “Três pinturas que valem milhões. Um Toulouse-Lautrec, um Renoir, um Monet. E que me pertenciam. Mas eu nunca mais encontrei essa…safada que se passou por empregada doméstica para dilapidar meu patrimônio”, diz com raiva. “A Clara”, dispara Renato. “Eu acho…que nunca disse o nome dela a você. Até porque não sei se o nome dela era Clara mesmo, ou se era nome falso”, se espanta. É aí que Renato vai revelar seus motivos verdadeiros. “É Clara sim. Eu sei onde ela tá. Mas só digo depois de casar comigo, pra eu garantir minha parte. Agora diga. Aceita casar? Você, e só você, pode tomar todo dinheiro da Clara. Aceita?”, propõe.

No capítulo seguinte, Fabiana vai querer entender a história toda. “Deixa ver se entendi. Me ajuda a encontrar a Clara, recuperar tudo que ela tirou de mim…e você vem de brinde?”, questiona. “Brinde? Não me considero brinde. Mas um troféu… Sei onde tá a Clara. Milionária.”, continua. “Me diz onde a Clara está”, quer saber a dondoca. “Só quando casar comigo. Aí, te ajudo a tirar a grana da Clara. Minha oferta não podia ser melhor. Já nos conhecemos, nos damos bem…”, insiste. “Você é um troféu. Conheço um advogado. Pode fazer nosso contrato de casamento. No civil”, concorda Fabiana.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio