O Outro Lado do Paraíso: Natanael tenta assassinar Duda e acaba morto

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, Natanael (Juca de Oliveira) descobrirá que Duda (Gloria Pires) está viva e irá atrás da inimiga na casa de Clara (Bianca Bin).

“Agora reapareci. Terá que aceitar as consequências de tudo o que me fez. Eu estou viva, a identificação dos documentos falsos já está nas mãos da polícia. Minha própria filha me reconheceu no tribunal. A trilha dos documentos falsos vai até o senhor. Eu imagino que muitas outras pessoas no meio do caminho ainda vão reconhecê-lo, apesar do tempo passado”, afirmará a morena.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Vagabunda. Você sempre foi uma vagabunda. Eu tive ódio de você desde o momento em que pisou em casa, trazida pelo imbecil do meu filho. Casado com umazinha que podia ter por centavos. Tinha ódio quando a via com roupas boas, vivendo bem. Quando viajava. Era injusto, uma mulher que não valia nada ter tudo isso e carregar o nome de minha família. Agora, quer me destruir. Tudo o que construí ao longo de tantos anos, uma vida inteira, toda minha honra, respeitabilidade, crédito, nas suas mãos! Eu não suporto! Não suporto! Eu odeio você. Vagabunda. Vagabunda. Morra”, falará o vilão, apontando uma arma para a ex-nora.

O Outro Lado do Paraíso: Samuel pede para Clara manter segredo: “Eu imploro”

Henrique (Emilio de Mello) aparecerá no momento e impedirá que o pai cometa o crime. “Sempre foi uma decepção, Henrique. Imbecil. Eu não vou suportar a humilhação. A vergonha. Em toda a família… Eu só amo minha neta, Adriana (Julia Dalavia)”, dirá Natanael, caindo no chão.

“Ele está tendo um ataque cardíaco”, falará Patrick (Thiago Fragoso), que chegará na residência durante a situação com Clara e Renato (Rafael Cardoso).

Levado por uma ambulância até o hospital, Natanael não resistirá. “Esse tipo de notícia sempre é difícil de dar. Nunca encontrei a melhor maneira pra dizer. Mas o paciente foi a óbito”, declarará o médico.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio