O Outro Lado do Paraíso: Mariano quer se vingar de Sophia, mas Mãe Quilombo impede

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de conseguir sobreviver às tesouradas de Sophia (Marieta Severo), Mariano (Juliano Cazarré) vai ficar sedento por vingança em O Outro Lado do Paraíso. Mesmo debilitado, o garimpeiro vai tentar levantar para ir atrás de sua inimiga, mas será contido por Mãe Quilombo (Zezé Motta).

Assim que começa a se recupera, Mariano  deixa Mãe Quilombo satisfeita. “Tá melhorando. Já consegue tomar a sopa”, elogia. “Tá boa. Mas inda dói quando desce pelas tripas”, reclama. “Eu sei. Cê tá todo costurado por dentro”, avisa. “Como a senhora me costurou?”, pergunta. “Com agulha e linha. A mesma que uso pras roupas. Aqui a gente não tem recurso”, confessa. “Ainda assim me salvou”, agradece.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O garimpeiro tenta levantar, mas não aguenta. “Não pode levantar ainda”, adverte. “Mas eu preciso ir”, explica. “Se andar até a porta, morre. Vai rasgar por dentro”, avisa. “Tenho que pegar aquela demônia. Me vingar dela”, diz. “Tua hora vai chegar. Agora, tem que se recuperar. Tá na fase mais difícil. Tem que saber esperar”, continua a mulher. “Dá uma raiva”, insiste o garimpeiro. “Não deixa a raiva crescer que ela só te faz mal. Agora, tem que pensar em você. Na tua cura”, aconselha.

Leia também: Sophia pressiona Zé Victor e pergunta se ele falou sobre morte de Mariano para alguém

Em outra ocasião, Mariano vai tentar ir embora mais uma vez em busca de sua vingança. “Não é hora ainda”, garante Mãe Quilombo. “Já esperei tempo demais. Eu tenho que voltar. Devem pensar que eu to morto”, insiste. “Não faz esforço”, aconselha a Mãe. Mariano tenta ficar sentado na cama, mas começa a sangrar na barriga. “Deita de novo. Senão cê morre antes de chegar na casa do vizinho. Cê foi todo cortado por dentro”, lembra.

Com muita raiva, Mariano vai contar o que aconteceu. “Ela me atacou com tesoura”, conta. “A tal mulher que se apaixonou por você”, questiona Mãe Quilombo. “Sophia. Mas ela há de pagar”, garante ele, que começa a gemer de dor.  “Eu vou trocar teu curativo. Tem que ficar quieto. Deitado. Tua vez há de chegar”, diz.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio