O Outro Lado do Paraíso: Juvenal desconfia de Desirée e faz visita surpresa ao bordel

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Juvenal (Anderson Di Rizzi) não parece muito certo de que sua futura esposa apenas trabalha como cozinheira, passadeira e faxineira no bordel, em O Outro Lado do Paraíso, na Globo. O rapaz vai ter uma conversa com Zé Victor (Rafael Losso) que vai motivá-lo a ir até o local e ver com os próprios olhos o que Desirée (Priscila Assun) tem feito no local.

“Eu acho que tua noiva tá juntando dinheiro mais rápido que você”, dirá o garimpeiro. “Que tá dizendo, Zé Victor?”. “Ela não tá morando no Love Chic? Com as quenga?”. “Ela tá só morando lá”, reafirmará Juvenal. “Cê acredita? Tu, Juvenal, além de chifrudo é tonto!”. “Não fala isso”. “Eu conheço a vida. Quenga é quenga. Teu chifre tá crescendo. Fui”. “Se ela tiver na noite, eu separo é já!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Sophia tenta matar Caetana, mas acaba presa, em O Outro Lado do Paraíso

Na cena seguinte, Juvenal já estará no bordel. “Cê veio fazer o que aqui? Sei que não é cliente”, perguntará Caetana. “Quero ver se a Cândida tá trabalhando como Desirée. Eu não sou besta”. “Olha aqui, ela não tá”, dirá mostrando o salão. “Piorou. Deve tar trancada no quarto com alguém”. “Tá enganado. A Cândida Desirée quer casar com você”. “Eu sei que casar ela quer. Mas tou com medo de tar com chifre até o teto”. “Tá não. Eu vou te mostrar onde ela tá”, afirmará a personagem de Laura Cardoso.

Muda a cena e: “Ela táqui”. “Cândida”. “Juvenal? Ah, mas eu te mato. Veio atrás de mulher!”, dirá Desirée. “Não, eu vim ver o que cê tava fazendo”. “Ela tá passando roupa das colegas”, responderá Zildete. “Lavo e passo pra ganhar um dinheirinho enquanto a gente não casa. Faço faxina também”, complementará a noiva.

“Eu já não dou conta de todo trabalho. Tenho que cozinhar pra esse mundaréu de gente, também”, explicará Zildete. “Perdoa. Eu pensei mal de você”, dirá Juvenal. “Nem devia perdoar. Eu aqui me matando, Juvenal, e cê pensando mal de mim”.

“Aproveita. Leva ele pro quarto e dá a chave do cofre”, incentivará Caetana. “Que cês tão cochichando?”. “Nada não, Juvenal. Mas já que veio aqui, suba comigo. Agora que a gente já fez, faz de novo”. “Eu nunca entrei no quarto de uma casa de mulheres”. “Semo noivo, Juvenal. Vamo casar. Vão subir que cê vai ficar mais apaixonado ainda”, concluirá a moça.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio