O Outro Lado do Paraíso: Duda tenta fazer acordo com Jô: “Ou me aproxima da Dri, ou eu destruo seu casamento”

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem nem imaginar que Jô (Barbara Paz) se uniu com Renan (Marcello Novaes) para afastá-la de Henrique (Emílio de Mello), Duda (Gloria Pires) vai tentar fazer um acordo com a rival em O Outro Lado do Paraíso. Depois de viajar ao Rio de Janeiro ao lado do diplomata para resolver a questão de sua documentação, a costureira vai começar a reagir para reconquistar o amor de Adriana (Julia Dalavia) e vai ter uma conversa honesta com Jô.

Ela chega à casa da filha e pede para conversar a sós com a ex-amiga. “Foi no último momento, quando me restava alguma esperança, que descobri a verdade. Era uma amiga falsa, que me empurrou para os braços do Renan”, acusa. “Não foi difícil empurrar”, confessa.  “Ainda tem coragem de falar assim comigo?”, espanta-se Duda. “ Sim, ajudei o velho a acabar com seu casamento. A ideia de você passar por morta foi dele. Não participei. Até acreditei que estivesse mesmo morta. Mas apareceu. Quem diria, viva”, lamenta a dondoca.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Em pré-estreia, Big Brother Brasil tenta surpreender

Duda ainda acusa a mulher de ter se jogado nos braços de Henrique.  “Ele foi bem fácil de agarrar”, debocha. “Eu conheço o Rique, estava desesperado. A notícia da minha morte deve ter sido…devastadora”,  lamenta.  “O fato é que estamos juntos desde então. Eu criei sua filha, depois ela veio estudar no Brasil. Como sabe, meu marido…nosso marido, é diplomata. Continuei no exterior e por mim, teria continuado lá. Se soubesse que estava aqui, eu não teria vindo”, diz a rival.

Mesmo com toda a confissão da ex-amiga, Duda vai tentar fazer um acordo com ela. “Jô, apesar de tudo, estou disposta a fazer um pacto”, começa. “Era só o que faltava. Pacto. Que tipo de pacto?”, quer saber a dondoca. “ Você está sempre ao lado da minha Dri. Eu quero me aproximar dela. Me ajude”, pede Duda.  “Se eu puder afastar uma da outra, será bem melhor para mim. Não entende? Quero distância de você”, recusa-se Jô.

Mesmo com a negativa de Jô, Duda vai tentar explicar aonde quer chegar o pacto. “Sei que o Rique ainda sente alguma coisa por mim… É sua ultima chance, Jô. Ou me aproxima da Dri, ou eu destruo seu casamento”, ameaça. Irritada, a dondoca vai mandá-la sair da casa.  “Sabe, nesses anos todos, aprendi muito sobre as pessoas. Sou mais esperta que antes. Mais amarga também. Tudo o que quero…é minha filha. Eu passei anos sofrendo por ela. Não quer pensar melhor?”, pergunta.  “Se você se aproximar da Dri, é óbvio que vai querer tomar meu marido. Faça o favor. Vá embora”, exige Jô.  “Recusou. Foi sua última chance. Com licença”, avisa.

Antes de ir embora, Duda ainda vai tentar conversar com Adriana, que continuará sem querer se aproximar da mãe. “Essa filha você perdeu quando fingiu a própria morte na explosão da lancha”, diz Adriana.  “Como pode ser tão cruel? O beijo está aqui, guardado. Para o dia que tiver vontade. Até. Até depois, Rique”, diz Duda, que volta à sala.  “Parece que não foi bem-sucedida. Faça um favor. Esquece da gente”, debocha Jô. “Ainda nem comecei. Não perde por esperar”, promete a costureira antes de deixar a casa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio