O Outro Lado do Paraíso: Duda faz discurso em julgamento, conta história e revela ser mãe de Adriana

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, finalmente Duda (Gloria Pires) vai falar a verdade sobre sua vida. Com isso, seu nome será revelado pela sua filha, Adriana (Julia Dalavia).

Em cenas que serão exibidas daqui a duas semanas, Duda vai pedir a palavra no seu julgamento. Depois de uma discussão de promotor e defesa, o juiz Gustavo (Luís Melo) permite que Duda fale.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: O Outro Lado do Paraíso: Adriana ajuda Clara a desvendar mistério de Laura

Ela fará um grande discurso, contando a sua história. Paralelo a isso, será mostrado um flashback de sua vida. “Eu sei que olham para mim e veem uma dona de bordel do interior do Tocantins. Uma mulher decaída, dessas que vivem na noite”, comaça Duda.

“Sou uma mulher para quem a violência e a miséria humana são parte do cotidiano. Mas nem sempre fui assim. Tive duas filhas. A primeira perdi logo ao nascer, ela me foi levada”, continua Duda. Nesse momento, ela olha para Clara (Bianca Bin), mas a mocinha não entende o motivo.

“Logo depois, conheci um homem bom. Decente. Honesto. Milionário, mas isso não era o mais importante. Importava seu caráter. Ele se casou comigo. Me deu uma nova vida. Tivemos uma filha. Linda”, explica ela, falando de Henrique (Emílio de Mello).

Nesse momento, Duda conta tudo o que aconteceu e toda a armação de Natanael (Juca de Oliveira), falando também da morte de Renan (Marcello Novaes). Terminando a cena, Duda diz que teve de ser dada como morta e contou como chegou em Pedra Santa. Ela justificou inocência na morte de Laerte (Raphael Vianna).

“Os depoimentos coincidem com a suspeita de que sou assassina. Ouviram as brigas, sabiam que algo estava acontecendo. Mas ele me disse que ia chantagear um fazendeiro rico. Se conseguisse o que queria, desistiria de tirar dinheiro da minha antiga família. Em certa medida, gostava de mim”, justifica Duda.

“Quando voltei para o bordel naquela tarde, ele já estava morto. Morto. Eu nunca quis dizer meu nome, porque minha filha cresceu. Eu quero que ela ainda se lembre de mim como a mãe querida, que a amava. Não queria que me visse agora, como estou. Acusada de um crime. Manchada. O senhor, doutor Patrick, está certo. Eu escondi o meu passado por amor”, complementa.

Adriana entende toda a história e pergunta o fato para sacramentar: “Esse acidente forjado…foi a explosão de uma lancha? Diga, foi uma lancha que explodiu?”. Duda confirma: “Sim, foi uma lancha que explodiu”.

É nesse momento que Adriana sabe que é filha da mulher que defende e exclama: “Eu sei o seu nome. Senhor juiz, senhores jurados, senhores… Eu sei o nome dessa mulher. É Maria Elizabeth Montserrat. Minha mãe”.

Nesse momento, Duda se emociona, mas passa mal. Ela desmaia e um alvoroço toma conta do local. Gustavo encerra o julgamento previamente, e ela vai para o Hospital. Renato (Rafael Cardoso) a atende, e diz para Adriana que ela teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral), mas que sobreviveu.

O Outro Lado do Paraíso vai ao ar diariamente, depois do Jornal Nacional.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio