O Outro Lado do Paraíso: Duda ameaça Sophia para ver o neto: “Mandou atropelar a juíza”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com um passado marcado por injustiças em O Outro Lado do Paraíso, Duda (Gloria Pires) enxerga de longe as maldades da vida. Quando Clara (Bianca Bin) perde a guarda de Tomaz (Vitor Figueiredo) para Sophia (Marieta Severo), a costureira percebe logo que a vilã armou para ganhar o processo. “A juíza que se acidentou. O Renato disse que o acidente até pareceu proposital. Essa mulher, Sophia, não foi casada com o irmão do falecido doutor Natanael (Juca de Oliveira)?”, pergunta. Patrick (Thiago Fragoso) diz que sim. “Ela deve ser igual a ele. Esse homem quis me destruir, e se estou aqui, viva, é porque soube lutar. Esse acidente com a juíza não foi à toa. Vou sair agora. Já me informei do endereço”, diz Duda. “Onde vai?”, quer saber a mocinha. “Ver o meu neto”, diz a costureira decidida.

Leia também: O Outro Lado do Paraíso: Sophia consegue a guarda de Tomaz

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na casa de Sophia, Duda não será bem recebida. “Não vejo motivos pra conversa. Sei quem você é. A dona do bordel. A mulher sem nome, julgada por assassinato. Vi teu rosto estampado em todos os jornais. Também soube que é mãe da Clara. Combina. Faça o favor, já tive uma discussão com meu filho, vou tomar um chá e ficar em paz”, diz a vilã.

“Eu não sou idiota. Sophia, não é? Também deve saber que fui casada com Henrique (Emílio de Mello), filho do seu cunhado, doutor Natanael. Éramos parentes, mas nunca nos visitávamos. Já te vi em Pedra Santa”, lembra a costureira. “A família de meu marido nunca foi de fazer festinha de Natal em comum e trocar presentes de amigos secretos”, debocha a megera.

Duda vai dizer que conhece bem a família e a podridão que está dentro dela. “Sem meias palavras. Mandou atropelar a juíza”, acusa. “Está doida?”, se espanta Sophia. “Não tenho provas, mas mandou. Estou certa que tinha esse juiz na mão, comprado, pra ganhar a audiência. Eu devia fazer um bom escândalo”, ameaça Duda. “Eu te boto atrás das grades, outra vez, se manchar meu nome”, dispara a vilã. “Não me venha com essa. Ouça, vim ver meu neto”, desafia. “Aqui não tem neto nenhum”, diz. “Sou mãe da Clara, tenho direito de ver”, insiste. “Não tem direito nem de pisar nesta sala. Vou chamar o segurança e será posta na rua”, diz a megera. “Tente e eu faço uma denúncia de que mandou atropelar a juíza”, garante. “Você já disse que não tem provas”, diz Sophia. “Não é mais fácil me deixar ver o menino? Eu sei muito bem que vai deixar. Tem medo de que se houver a denúncia, encontrem alguma prova. Todo crime deixa pistas, não é?”, negocia a costureira. “Vou deixar que veja, mas por piedade. Já que é avó, deve ter o mesmo sentimento que eu. De amor”, autoriza a vilã, preocupada com a ameaça.

Sophia vai levar Duda até o quarto do neto e Duda vai conversar com o menino e Lívia (Grazi Massafera). “Que quer com meu Tomaz?”, pergunta a irmã de Gael (Sérgio Guize). “Não sei se sabe, mas fui casada com seu primo Henrique”, diz a costureira. “Eu fiquei sabendo”, continua Lívia. “Recentemente, descobri que sou mãe da Clara. Portanto, avó do Tomaz”, declara. “Minha avó é a Sophia”, dispara o menino. “Toda pessoa tem duas avós. Eu sou sua avó, por parte de mãe”, diz Duda com todo carinho. “Minha mãe é a Lívia”, insiste o garoto. “Tomaz… A Clara fala tanto seu nome. Ela tinha a certeza de que você ia morar lá em casa, e que seríamos todos uma família. Eu sei que tem um grande amor pela Lívia. A Clara me disse”, continua. “Disse?”, se surpreende Lívia. “Disse sim. Eu passei a gostar de você, Lívia, porque cuida bem do menino”, continua Duda com ternura, deixando a periguete sem saber o que falar.

“Mas eu não vou chamar a Clara de mãe. Nunca”, diz Tomaz decidido. “Entendi. Nomes, para que tantos nomes? São rótulos apenas. Importa o sentimento que há por trás deles. Não importa se me chamar de avó, ou de Bete. Importa apenas que me dê um abraço… Um abraço de coração. Nós vamos nos ver outras vezes e quero que cada vez, seja um momento feliz”, insiste. Os dois se abraçam ternamente. “Gostei de você”, declara Tomaz. “Eu também já gosto muito de você”, diz Duda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio