O Outro Lado do Paraíso: Adriana pede para Duda falar seu nome real: “Preciso que me ajude”

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, Adriana (Julia Dalavia) vai insistir para que Duda (Gloria Pires) fale seu nome verdadeiro para que consiga livrá-la da cadeia.

Em cenas previstas para irem ao ar na próxima semana, a jovem advogada, ainda sem saber que Duda é sua mãe, vai ter mais um papo com sua cliente, e vai pedir para que ela confie na sua advogada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: O Outro Lado do Paraíso: Mercedes alerta Clara sobre acontecimento grave: “Eu vejo sangue”

No início, Adriana vai dizer que sentiu a falta de Duda, sem saber muito porque. Duda diz que sentiu o mesmo sentimento. A advogada explica que se dedicou bastante ao caso raro da dona do bordel.

“Estava analisando casos parecidos com o seu, a jurisprudência sobre o assunto. Quero encontrar um caso em que a ré tenha sido inocentada, apesar das provas circunstanciais. Como no seu caso”, diz.

Adriana explica a situação de Duda não tem precedente, porque jamais viu alguém sem nome no processo. Por isso, a advogada pede: “Então eu vim pedir a sua ajuda. De coração, preciso que me ajude”.

“Eu ajudar você? Como? Estou aqui, presa. Sem capacidade de ação. Ainda assim, pede minha ajuda”, pergunta Duda. “Vou abrir o jogo, como se costuma dizer. Estou nesse escritório há relativamente pouco tempo”, abre o jogo Adriana.

“Já tive alguns sucessos profissionais. Principalmente na preparação dos clientes para o tribunal, para interrogatórios. O doutor Patrick gosta do meu trabalho, e me fez uma promessa”, continua. Duda pergunta que processa é essa e Adriana responde.

“Ele está abrindo um escritório em Palmas. Se eu ganhar o seu caso, o escritório ficará em minhas mãos. Seria um grande passo na minha carreira”, explica. “Uma oportunidade dessas pode não surgir nunca mais. Eu preciso que me dê elementos para provar sua inocência. Preciso no mínimo de seu nome verdadeiro”, finaliza.

Duda se nega: “Eu não tenho nome”. Adriana insiste: “Percebe que sem saber seu nome, é praticamente impossível defendê-la?”. Duda então diz que está morta e que não precisa mais de defesa.

Adriana se irrita e, aos gritos, implora para Duda ajuda-la, mesmo que ela não queria se ajudar: “Pare de dizer que está morta. Se não quer ajudar a si própria, me ajude. Veja, você me faz lembrar alguém que eu amei muito. Eu sinto uma vontade real, intensa de conseguir ganhar esse processo”.

Duda, no entanto, com medo e sem saber que aquela é sua filha, se nega a ajudar e sai do local. “Se eu pudesse…mas não posso. Meu passado está enterrado. Até mais doutora”, finaliza. Adriana fica exausta, mas não vai desistir de saber a verdade tão fácil.

O Outro Lado do Paraíso vai ao ar diariamente, depois do Jornal Nacional.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio