O fim chegou: cinco momentos hilários do Legendários, que sai do ar nesta sexta

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (29), depois de 380 programas, o Legendários, apresentado por Marcos Mion na Record desde 2010, está deixando a grade de programação da emissora paulista.

A partir de 2018, Mion apresentará somente o reality show A Casa, além de cuidar de todo o conteúdo para plataformas digitais da Record. Ou seja, o Legendários sai do ar e entra na história da TV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Emoção, música e brincadeiras marcam despedida de Marcos Mion, Juju Salimeni e elenco do Legendários

Com a saída do programa, a trinca de atrações da TV aberta que faziam a cabeça dos jovens nos idos de 2010 está toda fora do ar: Pânico – que sai do ar neste domingo na Band -, CQC – que saiu do ar em 2015 – e o próprio Legendários, criado por Mion para ser um programa de humor transgressor.

Tendo João Gordo, alguns VJs da MTV e a turma do Hermes & Renato, o Legendários não teve tanta resposta de Ibope assim em seu início nas noites de sábado. Era vice-líder isolado, mas tinha problemas.

Depois de algumas mudanças, o programa explodiu e até 2016 era o carro-chefe da emissora neste dia, tendo uma proposta mais de auditório, mas saindo da linha de choradeira, algo característico nas atrações da Record e da TV como um todo hoje.

Mas em 2017, a Record mudou o programa para as sextas. Com concorrentes mais consolidados, como Ratinho e Globo Repórter, Mion finaliza a trajetória do seu projeto autoral com mais tempo no ar na TV, incluindo suas passagens por MTV e Band nesta sexta tendo com o que se orgulhar.

Nesta lista, mostramos os cinco momentos mais engraçados do Legendários. Passamos por Dança da Alegria, análises hilárias de clipes e claro: os melhores momentos de A Fazenda vistos por Mion de um outro ângulo.

Veja:

1 – “Cadê a música? Isso é um videoclipe!”

Em 2011, a cantora Stefhany Absoluta virou um sucesso pelo Brasil graças ao sucesso da música do Cross Fox, que viralizou na internet. Depois disso, a Absoluta lançou um outro clipe, com mais recursos, de uma música chamada Menino Sexy.

Cheio de defeitos, Mion não perdeu a chance de zoar. E o que se viu foi um dos momentos mais lembrados até hoje da atração. “Cadê a música? Isso é um videoclipe!”, chega a dizer desesperado Mion em dado momento, depois da música ficar sem ser tocada por minutos no vídeo.

No fim, Stefhany, que deveria resgatar o tal menino sexy da música, acabou pegando o cara errado. “Ela fez isso tudo do clipe para pegar o cara errado? Ah, vá… Eu me recuso! Mas eu aplaudo, porque Stefhany, foi sensacional!”, disse Mion. É de chorar de rir.

2 – Legendários Que Eu Te Escuto

Logo na estreia do Legendários, em 10 de abril de 2010, o programa deu uma zoada no Fala Que Eu Te Escuto, tradicional programa da Record produzido pela Igreja Universal do Reino de Deus.

Com Mion de Pastor, a primeira esquete do programa brincou com a hipocrisia de que não se pode falar palavrão na televisão nacional. A fiel que participou do “programa” disse que nunca tinha falado palavrão na vida, mas fez outras coisas bem mais graves, como empurrar a irmã de uma escada.

3 – Repórter Boato e os sarradores

A passagem de Hermes & Renato pelo Legendários não foi muito brilhante, mas também não foi tão apagada, muito por conta de não poderem usar o nome original e os personagens do grupo – a MTV impediu o grupo de fazê-lo por conta de direitos autorais.

Com isso, eles acabaram se chamando de Banana Mecânica na Record, o que tirou um pouco do impacto com certa parte do público que ainda não os conhecida.

Mesmo com as dificuldades, a sátira da novela Os Mutantes, chamada de Mutontos, e personagens como Tião, são lembrados até hoje pelos fãs do grupo como bons exemplos.

Mas o quadro considerado mais engraçado dessa passagem foi o Repórter Boato. Com o saudoso Fausto Fanti interpretando Mauro Gargamel, esse quadro zoava as reportagens investigativas do Brasil.

O que mais é lembrado pelo público até hoje é o programa sobre sarradores de ônibus. É o humor afiado e provocativo do Hermes & Renato em seu estado puro, mesmo numa emissora mais fechada.

4 – “Mão para o lado, cabeça inclinada, perninha abertinha: solta o som!”

Quando foi ao ar, o Legendários tentou emplacar uma dancinha, a “ombrinho, ombrinho, ombrinho, Whatever”. Forçada, ela não pegou com o público e causou até um arranca-rabo entre o Legendários e o CQC.

Mas pouco tempo depois, graças a Mion, uma outra dança pegou com o público jovem do programa. Com a música da Banheira do Gugu ao fundo, Mion introduziu a Dança da Alegria, que tinha notória conotação sexual. Era besteirol puro, mas era divertida aos montes.

5 – Marcos Mion e A Fazenda

É obrigatório: toda a vez que estreia alguma temporada de A Fazenda, é preciso ver a análise de Mion dos melhores momentos do programa. O auge disto foi em 2013, com A Fazenda 6.

Numa edição lotada de barracos, com direito até a briga de cuspes, Mion fez a festa e a diversão do público. Sem dúvida, é o que mais vai deixar saudades do programa semanal para o público.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio