“O BBB é um programa movido a ódio”, diz Pedro Bial

Apresentador recordou os tempos em que apresentava o reality

Publicado há 4 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os 14 anos que passou à frente do Big Brother Brasil foram marcantes para a carreira de Pedro Bial. Na última segunda-feira (15), o hoje apresentador do Conversa com Bial participou de uma live com a vlogueira Camilla Coutinho e recordou os tempos em que exerceu a função que agora é de Tiago Leifert.

Tive uma primeira exposição às redes sociais um pouco traumática porque foi com o Big Brother. O BBB é um programa movido a ódio. As pessoas vão brincar de odiar, eliminar. Quando o Twitter apareceu, entre 2009 e 2010, fiquei traumatizado. Achei que não era para mim, que não tinha imunidade para esse tipo de coisa“, admitiu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele negou, porém, que essa dificuldade de lidar com os haters tinha influenciado em sua decisão de deixar o comando do reality, em 2016. “O programa me dava grande prazer. Aos poucos, vou me reconciliando [com as redes sociais]. Cada um faz o que quer com aquilo, mas eu tenho que me preservar um pouco porque não consigo ler certas coisas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais