Novela Felicidade estreia hoje no Globoplay

Tony Ramos e Maitê Proença vivem os protagonistas

Publicado há 24 dias
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais um grande sucesso da teledramaturgia chega ao Globoplay a partir desta segunda-feira (21). Felicidade, exibida pela TV Globo em 1991, no horários das 18h, traz a leveza e o toque de magia presentes nas obras de Manoel Carlos e Elizabeth Jhin, que assinam, respectivamente, autoria e colaboração do folhetim.
 
O ponto de partida de Felicidade acontece na fictícia Vila Feliz, cidade no interior de Minas Gerais, onde  a encantadora moradora da região, Helena (Maitê Proença), conhece o carioca Álvaro (Tony Ramos), que está sendo acusado do desaparecimento de um menino de 12 anos, que ocorreu na cidade vizinha de Pouso Triste, conhecida como a cidade do vento, por causa dos tufões frequentes.
 
Os dois se apaixonam, mas Helena acaba se casando com o Mário Silvano (Herson Capri), um engenheiro agrônomo que chegou à cidade com a missão de instalar uma escola agrícola. O enlace, no entanto, não dura muito tempo e os dois se separam.

Tempos depois, Helena e Álvaro se reencontram, mas, dessa vez, ele é quem está comprometido. Álvaro se casou com a rica e problemática Débora (Vivianne Pasmanter), com quem tem um filho.
 
O reencontro dos dois reacende a paixão antiga e Helena engravida, mas mantém a gravidez em segredo e se muda para o Rio de Janeiro. Sozinha com a filha Bia (Tatiane Fontinhas Goulart)  começa a trabalhar anos depois  para Cândida (Laura Cardoso), mãe de Álvaro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apesar de manter em segredo que ele é o pai de Bia, Helena não consegue evitar que a menina faça amizade com o filho de Álvaro, Alvinho (Eduardo Caldas), o que acaba reaproximando o casal. Percebendo o amor de Álvaro por Helena, a possessiva Débora passa a perseguir os dois e faz de tudo para infernizar a vida da rival.
 
E assim, encontros, desencontros e reencontros vão permeando esse caminho simples e , ao mesmo tempo delicado, no qual se constrói a trama de Felicidade, como resume o ator Tony Ramos: “Felicidade é não ser dono da verdade e, principalmente, ter saúde. Alegrias e tristezas estão inseridas na tal felicidade”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio