Novela de sucesso entre os jovens, Vamp completa 27 anos

Publicado há 2 anos
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 15 de julho de 1991, a Rede Globo estreou uma novela de grande sucesso entre os jovens: Vamp, de Antonio Calmon. Hit da década, era a história dos habitantes de Armação dos Anjos, no litoral fluminense. E da relação deles com um grupo de vampiros que assola a cidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A famosa roqueira Natasha (Cláudia Ohana) conquistou dinheiro e sucesso graças a um pacto feito com o vampiro Vladimir Polanski (Ney Latorraca). No entanto, quando a história começa ela deseja se livrar desse elo que existe entre eles. E apenas a Cruz de São Sebastião, que está em algum lugar de Armação, pode ajudá-la. Uma vez que com ela poderá destruir Vlad.

Cláudia Ohana como Natasha em Vamp (Divulgação)

Uma figura de destaque em Armação dos Anjos é o capitão reformado da Marinha, Jonas (Reginaldo Faria). Viúvo com seis filhos, cujo mais velho é Lipe (Fábio Assunção). Jonas vive com os filhos e a sogra Virgínia (Cleyde Yaconis) numa pousada que administra. Ele se apaixona pela pesquisadora Carmen Maura (Joana Fomm), que também é viúva e tem igualmente seis filhos. Os dois se casam e vão viver juntos formando uma nova grande família.

Mas a harmonia dessa família imensa é prejudicada pela presença de Natasha e de Vlad. Conforme as informações que tem, a cantora acredita que é um homem chamado Rocha que poderá ajudá-la a encontrar a Cruz. A saber, Rocha é justamente Jonas, que numa vida passada disputou-a com Vlad. Natasha se envolve com Lipe, mas também sente atração por Jonas, devido a esse romance do passado.

Joana Fomm e Reginaldo Faria como Carmen Maura e Jonas em Vamp (Divulgação/TV Globo)

O “Padre Garotão” de Vamp

Nuno Leal Maia interpretou um personagem bastante lembrado pelo público da novela. Jurandir é um bandido que vai parar na cidade enquanto foge de outro bandido, bastante perigoso, cuja casa assaltara. Trata-se de Arlindo Cachorrão (Paulo Gracindo). Por consequência, Jurandir assume a identidade de Padre Estêvão (Marcus Alvisi) e ganha o apelido de “Padre Garotão” por seu contato amistoso com os jovens. A presença de Marina (Vera Zimmermann), a namorada apresentada como irmã, é um dos obstáculos que Jurandir tem em sua empreitada.

Posto que a história usava de música, vampirismo e bastante suspense para contar os dramas próprios da juventude, diversos atores do elenco eram jovens ou tinham identificação com esse público. Era o caso, por exemplo, de Guilherme Leme, Evandro Mesquita e Marcos Frota, entre outros.

A direção geral era de Jorge Fernando, que vinha de seguidos êxitos às 19h. Além dele, também dirigiram a novela Fábio Sabag e Carlos Manga Júnior. Colaboraram com Calmon no texto de Vamp: Vinícius Vianna, Lilian Garcia e Tiago Santiago. Este colaboraria em outras novelas e estrearia como autor titular em 2004 com A Escrava Isaura, na Record TV.

No Dia Mundial do Rock, relembre roqueiros da teledramaturgia

Os jovens de Vamp

A “grande família” de Vamp (Divulgação/TV Globo)

Em sua segunda novela, Fábio Assunção tornou-se ídolo teen como o Lipe de Vamp. Seus irmãos na novela eram Pedro Vasconcelos (João), Henrique Farias (Nando), Luciana Vendramini (Jade), Fernanda Rodrigues (Isa) e José Paulo Júnior (Tico).

Já os filhos de Carmen Maura eram Lena (Daniela Camargo), Scarlett (Bel Kutner), Dorothy (Carol Machado), Leon (Rodrigo Penna), Rubinho (Aleph Del Moral) e Sig (João Rebello).

Em nova série, Ney Latorraca traz de volta papel de vampiro que fez nos anos 90

A família Matoso

Um núcleo a ser destacado em Vamp é o da família Matoso. O líder do clã (Otávio Augusto) é muito rico, porém não tem nenhum caráter. Sua mulher Mary (Patrícia Travassos) é uma perua apaixonada pelo cunhado, Jonas. Os dois filhos, Matosão (Flávio Silvino) e Matosinho (André Gonçalves), são bad boys locais. Todos acabam transformados em vampiros e integrados na batalha do bem contra o mal da novela.

Reprises de Vamp

A novela Vamp foi reapresentada pela Globo a partir de janeiro de 1993, à tarde. Com a finalidade de aproveitar o apelo jovem da história e o período de férias. O horário era o das 16h15min, em substituição aos enlatados da Sessão Aventura. E não como atração da sessão.

Para finalizar, entre abril e dezembro de 2011, Vamp foi reprisada pelo Canal Viva, às 15h30. Hoje esse horário equivale ao das 14h30.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio