Nova temporada de Malhação teve gravações em São Paulo

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Malhação: Toda Forma de Amar é ambientada em Ipanema e
Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, onde foram realizadas as primeiras
gravações externas. Já as cenas que iniciam a trama, apresentando a família que
adota a bebê de Rita (Alanis Guillen), foram gravadas em São Paulo. Lígia
(Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes) vivem em Ipanema, na zona sul do Rio,
mas cresceram em São Paulo, e levam os herdeiros para conhecer a cidade de
origem. O Parque Ibirapuera, lugar que mistura natureza, arte e cultura, é o
destino escolhido para comemorar a conquista da adoção definitiva de Nina, ao
lado do filho mais velho Filipe (Pedro Novaes).

A família passeia pelos
jardins e visita o museu Afro Brasil, em clima de muito amor e harmonia. A
visita ao Ibirapuera tem relação com os sentimentos e com o estilo de vida dos
personagens. “Adoção é um ato de amor. A natureza e a arte são expressões desse
sentimento, por isso, achamos que essa mistura que existe no parque é perfeita
para apresentar essa família”, explica o diretor artístico Adriano Melo. Sob o
comando de Adriano, uma equipe de cem pessoas trabalhou durante os dias na
capital paulista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Até se iniciarem
as gravações, o elenco passou por um intenso processo de preparação. O trabalho
teve como norte principal gerar harmonia e entrosamento entre os atores,
exercitar ferramentas de interpretação e o relacionamento com o audiovisual.
“Muitas pessoas do elenco nunca trabalharam na TV. Juntos, descobrimos
interesses e referências de dramaturgia em comum, desafios e dificuldades.
Trabalhamos também as relações entre os personagens. É um processo muito rico,
que faz toda a diferença no momento da gravação e no resultado que veremos no
ar”, explica a preparadora de elenco Cristina Moura.

Workshop

Também fez parte
dessa etapa um workshop com palestras sobre temas como adoção,
violência urbana, o rap como forma de expressão e projetos sociais que mudam a
realidade de jovens da periferia. Os atores Lilia Cabral e Tony Ramos
emprestaram sua experiência para conversar com o elenco sobre o ofício, e
atores que já passaram por ‘Malhação’ como Juliana Paiva, Nicolas Prattes,
Agatha Moreira e Rodrigo Simas contaram sobre suas experiências, dando dicas
para quem está começando na TV.

Além do trabalho
em conjunto, alguns atores se aprofundaram em habilidades específicas para
interpretar seus personagens. Dora de Assis, Gabriella Mustafá, Ronald Sotto,
Gabriel Santana e Caian Zattar tiveram aulas de canto para as cenas no universo
do funk e do rap. Dora de Assis também aprendeu a tocar violão. “Fiz aulas de
canto e violão quando era pequena, mas há muito tempo não tinha contato com
esse universo. Assim como a Raíssa, me sinto acanhada para cantar em público, e
as aulas me mostraram que a minha barreira está na cabeça e que, com confiança
e vontade, posso levar minha voz para onde quiser. Foi um processo bonito e
muito importante para perceber que eu posso cantar”, conta a atriz.

Treinamento esportivo

Já Gabz, Caroline Dallarosa, Henri Castelli e Hugo Moura fizeram treinamento de muay thai. Na trama, o personagem de Henri, Madureira, comanda um projeto social que ensina as técnicas da luta para jovens da Baixada Fluminense. Caroline Dallarosa também precisou ter aulas de futebol para a personagem Anjinha, e teve de enfrentar a dificuldade de começar a praticar esportes de uma hora para outra.

“Era sedentária, e são dois esportes cansativos e que exigem muito. Com o tempo, fui criando muito amor pelos dois esportes, principalmente o futebol, que me apaixonei completamente. É um esporte que quero levar para a vida”, conta Caroline. Pedro Novaes e John Buckley fizeram aulas de surfe, o maior hobbie de Filipe e Beto, e Beatriz Damini treinou equitação para viver a autoconfiante Martinha.

“Achei que fosse fácil e instantâneo aprender hipismo, mas exige muita concentração, condicionamento e equilíbrio. As aulas foram fundamentais também para a construção do psicológico da Martinha. Pude entender o quão determinada ela se torna quando quer conseguir algo”, explica a atriz.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio