No Tamanho Família, Caio Castro revela ‘trauma de infância’ com boneco Chucky: “Não era medo, era pânico”

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De volta ao horário nobre da Globo, como o boxeador Rocky na novela A Dona do Pedaço, Caio Castro fez revelações curiosas sobre sua infância durante as gravações do programa Tamanho Família. Ele confessou que, quando criança, morria de medo do boneco Chucky, protagonista dos filmes da franquia Brinquedo Assassino.

“Eu queria ter medo do Chucky… Não era medo, era pânico! Não podia passar na fileira da locadora que eu sabia que estava o Chucky, que eu começava a chorar. O comercial do Chucky passava, e eu chorava. Todo mundo sabia, e todo mundo me zoava”, recordou o bonitão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Caio revelou que só perdeu o medo do boneco do mal aos 12 anos, quando foi ao cinema assistir ao quarto título da saga, A Noiva de Chucky (1998). “Foi o primeiro filme [sobre Chucky] que eu vi. Aí depois eu assisti aos outros. E realmente, tinha todo o sentido o meu pânico”, admitiu.

A participação de Caio Castro no Tamanho Família vão ao ar neste domingo (2). O bonitão participou do programa apresentado por Márcio Garcia ao lado dos primos Laís, Thomas e Vinícius. Ele rivalizará com os parentes da atriz Letícia Colin, que foi seu par romântico na novela Novo Mundo (2017).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio