No SBT Vídeos você mata a saudade de Cláudio Cavalcanti, Manoelita Lustosa e Sônia Guedes

Atores que já partiram se destacaram em produções do canal

Publicado há 6 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em outubro de 2019 o SBT lançou de surpresa o seu serviço de streaming, chamado de SBT Vídeos. O site conta com vários quadros, programas e novelas da emissora. No entanto, todos ainda são bem recentes e se conectam para um player do YouTube.

No site, já foram postadas novelas que jamais foram reprisadas, como Revelação (2008) e Amor & Revolução (2011). Também estão disponíveis as tramas infantis e a adaptação da novela Esmeralda (2004), a única do período de adaptações mexicanas disponíveis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E é através dessas produções disponibilizadas que neste período de quarentena o público pode matar a saudade de grandes figuras que marcaram a teledramaturgia e a TV brasileira, como os casos de Manoelita Lustosa, Sônia Guedes e Claudio Cavalcanti.

Manoelita Lustosa (Divulgação: Record TV)

A saudosa Manoelita despontou na televisão ao viver Inês, a “avó vilã” de Mulheres Apaixonadas, novela de Manoel Carlos produzida pela TV Globo em 2003. Na sequência a atriz mineira foi contratada pelo SBT e elencou o núcleo central do remake de Esmeralda, em 2004, onde brilhantemente interpretou Rosário.

Ainda no SBT, a atriz esteve em Maria Esperança (2007), ao lado de Bárbara Paz. Após este período Manoelita migrou para a Record TV e emendou várias novelas. Entre as principais estão Amor e Intrigas (2008) e Poder Paralelo (2010).

Sônia Guedes marcou a televisão brasileira e o teatro, onde conquistou grandes prêmios (Reprodução: TV Cultura)

No mesmo núcleo de Manoelita Lustosa em Esmeralda, esteve a atriz Sônia Guedes, falecida em junho de 2019. Sua última participação na televisão foi em Chiquititas (2013) do SBT. Premiada, Sônia Guedes reuniu inúmeros troféus importantes em sua trajetória como atriz e cantora.

A atriz marcou época no SBT como Margarida, uma babá que permaneceu durante muitos anos com um segredo que mudou os rumos da história: uma troca de bebês. Na televisão, Sônia despontou como Elza, a mãe de Regina Duarte em Malu Mulher (1979) na Globo. De lá para cá colecionou sucessos como Razão de Viver (1983) no SBT e Barriga de Aluguel (1990) na Globo.

Cláudio Cavalcante viveu Geraldo em Amor e Revolução (Divulgação)

O ator Cláudio Cavalcanti também pode ser relembrado através de Amor e Revolução. O artista morreu aos 73 anos, em 2013. Geraldo, seu personagem na trama escrita por Tiago Santiago, é um camponês que prega a revolta dos trabalhadores rurais. Após ser preso e torturado brutalmente pela polícia, torna-se militante da luta contra a ditadura militar no Brasil, nas décadas de 60 e 70. 

Amor e Revolução marcou a volta dele à TV após um período de 10 anos afastado da televisão (época em que assumiu mandato como vereador, dificultando conciliação entre carreira política e artística).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais