No SBT, Betty em Nova York será experimento para o futuro

Publicado há 9 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde a confirmação da aquisição de Betty In NY pelo SBT, a releitura modernizada de Betty, a Feia, muito se comentou sobre um possível afastamento da emissora com a Televisa, parceiras de mais de 35 anos em produção de folhetim, adaptação de textos e transmissões de títulos de sucesso em todo mundo. Fato este, improcedente, já que ambas permanecem com contrato em vigor até meados de 2021 e, no que depender da vontade dos executivos e do próprio Silvio Santos, a renovação certamente está garantida, assegura a fonte do Observatório da Televisão.

Contudo, a chegada inesperada de uma produção da Telemundo, principal concorrente da Televisa nos Estados Unidos, onde suas telenovelas são transmitidas, muitas das vezes em primeira-mão pela Univisión, causou estranheza. Betty In NY é uma produção de 2019 e foi sensação na feira internacional de comercialização de formatos para TV, o que teria chamado a atenção para sua compra. Filmada com tecnologia de cinema, a trama foge literalmente do que o SBT está acostumado a exibir de enlatados da rede mexicana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para outros no SBT, entende-se que não somente a popularidade e o sucesso de Betty In NY pelo mundo contribuiu para sua compra. A trama também será trabalhada como teste de aceitação do público para o que vem pela frente. Assim como no Brasil, o formato telenovela evoluiu lá fora e hoje se aproxima do que o cinema faz.

Com um leque de opções mexicanas avelhantadas e com prazo de esgotar-se muito em breve, apuramos que o SBT não quer viver em looping eterno de reprises antiquadas. Abrir margem para o que vem sendo produzido de mais moderno lá fora, em termos de novela, é um caminho que a emissora de Silvio Santos passa a seguir nos próximos tempos e Betty em Nova York foi a escolhida para esquentar o campo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais