No Roda Viva, Dias Toffoli critica “uberização política”

Ministro comparou panorama político aos serviços da Uber

Publicado há 5 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antônio Dias Toffoli, foi o sabatinado desta segunda-feira (11) no programa Roda Viva. Ele fez considerações relevantes sobre o panorama político atual, chegando a compará-lo ao serviços do aplicativo de transporte Uber.

O que está em jogo hoje não é a democracia em si, é a democracia representativa. Hoje nós temos que pensar que está havendo uma ‘uberização’ da política. As pessoas querem fazer política diretamente, querem o serviço na hora“, considerou, durante a mesa redonda da TV Cultura.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Questionado sobre os ataques do presidente Jair Bolsonaro e de seus apoiadores enquanto instituição, Toffoli ressaltou a importância de preservar o poder popular acima de qualquer outro interesse. “Ela [democracia] tem que ser defendida permanentemente. A sociedade tem que defender o Supremo. Não existe democracia sem imprensa e Judiciário livres“, endossou.

O ministro, inclusive, fez questão de rebater as críticas de que seria ‘complacente’ com declarações antidemocráticas de personalidades políticas de grande influência. “Não é soltando notinha que se resolve um problema tão grave como os que temos no país. Temos que resolver na política. É a política que define o futuro na nação e governa o presidente“, declarou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais