No Roda Viva, Boni afirma que “novela é o gênero que vai garantir a sobrevivência da TV brasileira”

A entrevista marcou a estreia da série de especiais sobre os 70 anos da TV no Brasil

Publicado há 4 dias
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Roda Viva desta segunda-feira (14), José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, sintetizou que o gênero novela será um dos poucos a garantir a sobrevivência da televisão brasileira. Questionado por Joyce Paschowith na entrevista que marcou a série especial sobre os 70 anos da televisão no Brasil e os 34 anos do programa, Boni foi enfático na explicação.

Eu acho que o tempo ideal pra novela é de seis meses […] Novela não conta uma historia, a novela apresenta personagens. Quem escreve as história são as pessoas em casa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É preciso que ela se familiarize e que coloque o personagem para ser parte de sua família durante esse período de seis meses. Que ela conviva com uma família diferente que ela possa amar, possa odiar, possa fazer tudo como se fosse pessoas que elas conhecessem profundamente […]

A novela será um dos gêneros que permitirá a sobrevivência da televisão brasileira. É o fato dela [as pessoas] criarem personagens que você conheça, ame ou odeie, convive com ele e passe seis meses ligados com ele num total processo de fidelidade, é isso que vai manter um pouco da dramaturgia viva na televisão. A novela é o ingrediente que fará o Brasil ter mais tempo de vida na televisão aberta.”

Na próxima quinta-feira (17), a TV Cultura exibirá um programa especial em homenagem aos 70 anos da TV Brasileira. “Os Campeões de Audiência”. Agendada para ir ao ar às 22:15, a emissora da Fundação Padre Anchieta produziu um documentário que reúne histórias curiosas com depoimentos e registros de grandes momentos das figuras populares que fizeram a TV brasileira ser o que é.

O projeto leva a assinatura de Henrique Bacana na direção e foi inteiramente desenvolvido de maneira remota, por causa da pandemia do coronavírus. Não foram divulgados os nomes que participam da produção, no entanto, sabe-se que cerca de 20 profissionais de grande relevância nessa história foram convocados.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais