No Fantástico, Globo confirma nova versão de Pantanal e divulga detalhes

Direção artística da trama será de Rogério Gomes, o Papinha

Publicado há 2 meses
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Fantástico deste domingo (06), a Globo confirmou que vai produzir um remake da novela Pantanal em 2021. A emissora divulgou detalhes da nova versão do folhetim que foi produzido em 1990 pela extinta TV Manchete, com autoria de Benedito Ruy Barbosa.

A direção artística da trama será de Rogério Gomes, o Papinha. “A gente tem a facilidade hoje em dia da tecnologia, que é a nosso favor. Os equipamentos diminuíram, mas a essência do texto do Benedito faz com que a novela tenha esse desenho”, pontuou o diretor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A gente está se programando para fazer na época da seca, na época em que [o Pantanal] não está alagado”, completou Papinha. “Eu acho que vai ser uma grande oportunidade de homenagear o Benedito, vai ser um grande acontecimento em 2021”, destacou Ricardo Waddington, diretor de produção dos estúdios Globo.

Há grande expectativa sobre quem viverá a protagonista Juma Marruá, originalmente interpretada por Cristiana Oliveira. “Fico vendo a televisão o tempo todo e procurando quem vou chamar para fazer a Juma”, apontou Benedito. Já Ricardo Waddington aposta que o papel pode ficar com uma atriz estreante na TV. “Eu apostaria em um rosto novo, apostaria em um lançamento”, disse ele.

Para Papinha, a escalação depende dos demais personagens. “A gente depende muito dessa família, entendeu? De quem será o pai, de quem será a mãe. Eu acho que é em cima desse DNA aí que vamos chegar a atriz que vai fazer a Juma”, avaliou o diretor.

O texto do remake será adaptado por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa. Ele promete atualizações. “Obviamente que a sociedade evoluiu, tem alguns temas que foram superados, que eram tabus na época, e isso tudo vai ter que ser trabalhado”, explicou Luperi.

A nova versão de Pantanal tem o desafio de abordar as mudanças sofridas pelo próprio Pantanal, vítima do desmatamento. Em 30 anos, o bioma perdeu 10% da vegetação nativa. Apesar disso, ganhará espaço também os avanços que aconteceram nessas três décadas desde que a primeira versão foi produzida.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais