No Dia Nacional do Escritor, relembre personagens escritores da telinha

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

25 de Julho é o dia do escritor. A data foi escolhida em 1960 durante o Festival do escritor brasileiro, organizado pela União dos escritores, presidida por Jorge Amado, um dos grandes nomes da literatura nacional. Nas novelas e séries, não faltam personagens que se dedicam à arte da escrita. Confira alguns deles:

Leia também: Ao vivo, jurados finalmente tornam o Popstar atrativo

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ricardo Tozzi deu vida à Thales em Amor à vida (Divulgação/ TV Globo)

Thales

Na novela Amor à Vida, Thales (Ricardo Tozzi) era um escritor em busca de uma grande história. O rapaz sonhava emplacar algum livro como best-seller mas tinha enormes bloqueios criativos, e sem outra profissão que lhe garantisse sustento passava por problemas até para pagar as contas. Ao conhecer Nicole (Marina Ruy Barbosa), ele resolveu junto com sua namorada Leila (Fernanda Machado), dar um golpe na moça, que era herdeira de uma fortuna e morreu, passando a assombra-lo. Thales teve o perdão de Nicole, ao contar sua história em um livro no final da trama.

Carvalho (Miguel Nader), Barbara Palermo (Danielle Winits) e Pedro Guerra (Marcos Pasquim) em Guerra e Paz (Divulgação/ TV Globo)

Barbara

Na série Guerra e Paz, Barbara (Danielle Winits) era uma escritora que usava o pseudônimo de Paloma Paz, para escrever livros que eram sucesso em bancas de jornal. Acreditava-se que a autora era uma mexicana, mas na verdade era uma brasileira que enxergava em seu antigo colega de escola, Pedro Guerra (Marcos Pasquim), por quem ela era apaixonada, uma inspiração para compor seu mais famoso personagem, o detetive Tony Tijuana, em histórias cheias de ação e erotismo.

Arthur (Eduardo Galvão) em Caça Talentos (Divulgação/ TV Globo)

Arthur Carneiro

Arthur (Eduardo Galvão) era o dono da produtora de vídeos Caça Talentos. Sem uma equipe responsável pela elaboração dos roteiros, o empresário colocava a mão na massa e escrevia ele próprio os roteiros dos programas de televisão gravados nos estúdios da produtora.

Anita (Mel Lisboa) e Fernando (José Mayer) em Presença de Anita (Divulgação/ TV Globo)

Fernando

Fernando (José Mayer) era um arquiteto que sonhava escrever um romance em Presença de Anita. Ao viajar com sua família para a fictícia cidade de Esperança, no interior paulista, ele conheceu Anita (Mel Lisboa), e seu tórrido romance com a moça o inspirou a escrever um livro erótico, que ele contava a história da relação entre uma ninfeta e um homem de meia idade.

Isabelle Drummond em Novo Mundo (César Alves/TV Globo)

Anna

Na novela Novo Mundo, mesmo com pouca idade, a protagonista Anna (Isabelle Drummond) é uma escritora de origem inglesa, e professora de português que acompanha a futura princesa Leopoldina (Letícia Colin) em viagem até o Brasil, para lhe ensinar o idioma falado na colônia.

Átila (Leo Rosa) em Escrava Mãe (Divulgação/ RecordTV)

Átila

Na novela Escrava Mãe, Átila (Léo Rosa) era um escritor e professor com ideias revolucionárias para a comunicação da época. Ele tinha o desejo de fundar um jornal em Vila de São Salvador, onde pretendia sobretudo criticar o sistema de produção agrícola e defender os direitos civis dos escravos.

André (Michel Melamed) em Afinal, O Que Querem As Mulheres (Divulgação/ TV Globo)

André Newman

Na série Afinal, O Que Querem As Mulheres?, André Newmann (Michel Melamed) era o escritor que se afastou de Lívia (Paolla Oliveira), seu grande amor ao tentar formular sua tese sobre o desejo feminino. Em diversos episódios, o personagem passou a colher diferentes depoimentos de diferentes mulheres ao mesmo tempo que lidava com suas angústias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio