No Conversa com Bial, Marcius Melhem fala sobre humor e política: “Os governos passam, o Brasil fica”

Publicado há 9 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Conversa com Bial, na madrugada desta quinta-feira (19), na Globo, o humorista Marcius Melhem falou sobre a relação entre humor e política. O ator lembrou sobre as críticas recebidas pela paródia que fez ao governo de Jair Bolsonaro com a vila militar de Chaves.

Era uma crítica muito mordaz logo no começo do governo. Quando o humor consegue juntar uma referência clássica e uma referência política, pega muito na veia. Aí todo mundo que tem uma visão crítica sobre o governo reagiu positivamente, teve uma repercussão gigantesca e os apoiadores do Bolsonaro reclamaram“, contou o também roteirista, que ressaltou a importância de separar a imagem do governo da imagem de país.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Tem essa coisa de que quando você faz uma crítica ao governo está fazendo uma crítica ao Brasil, como se o governo se confundisse com o Brasil. Os governos passam, o Brasil fica. O Estado brasileiro é uma correlação de forças, das quais a liberdade de expressão é um parâmetro fundamental. O humor é crítico de qualquer governo.

“As instituições ficam abaixo das pessoas, e têm que estar acima. Respeito a instituição da presidência da República, mas tenho que criticar as pessoas que estão neste lugar, se elas merecerem críticas. Ao fazer a crítica a quem ocupa esse lugar, a gente está ajudando a promover ajustes na conduta e preservar a instituição”, destacou Marcius Melhem.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais