Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Falsidade?

No BBB 22, Natália reclama das comadres com Eliezer e Eslovênia, mas não se afasta: “Eu tenho meu instinto animal”

Sister diz que quer ficar longe, mas não recusa convite

Publicado em 29/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Em todo surto no BBB 22, Natália discute com seus amigos e as comadres e nem sempre aceita quando as pessoas falam que ela pode estar errada. Porém, na última briga, a relação com Linn da Quebrada e Jessilane ficou muito abalada.

Quase uma semana depois, ela ainda reclama com outras pessoas sobre o ocorrido: “A Lina soltou uma coisa pro Eli como se eu tivesse falado mal dele, entendeu? (…) Aí a Lina disse ‘Você soltou a minha estratégia, Eli’. Eu ainda perguntei ‘Tu tá brincando, né Li?’ e ela não falou nada. Nada”, reclamou para Eslovênia.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A Miss responde que notou um relacionamento tóxico entre as três e que faz bem se afastar: “Pra mim é uma relação que tipo, aquele dia que eu fiquei no VIP com vocês, eu percebi que vocês brincavam de uma forma que ficava alfinetando uma a outra. As três. E pra mim não é saudável. Eu também tenho amigas que eu bato de frente, mas é muito diferente. Muito diferente. É coisa sutil, mas vai saturando. As três saturam, brincam com isso do seu jeito. Eu não conseguiria ter uma relação assim. Seria muito cansativo”.

Ainda em conversa com a Baronesa, a mineira reclama e diz que não quer se prejudicar pois sabe que seu comportamento desagrada: “Não quero nem ficar perto porque quero saber se o problema sou eu. Se for eu, eu prefiro ficar longe. Não quero magoar ninguém. Eu tenho meu instinto animal, se a pessoa vir gritar comigo eu vou responder como pra ela?”.

Já com Eliezer, Natália reclama somente de Linn da Quebrada que, para ela, é uma pessoa difícil: “Tudo que eu falo parece negativo pra ela. Às vezes até tento brincar, mas chegamos em um momento que eu já entendi que o problema sou eu. O formato que isso tá exposto é que eu sou a conflituosa”, mas o amado explica que ela não é o problema. “Aí você tá errada, não pode se colocar nesse lugar”.

Após reclamar, a sister foi chamada por Lina para ajudar na organização da festa, porém não mostrou nenhum descontentamento, pelo contrário, bebeu champanhe, as chamou de amigas e ficou feliz em seu grupo.

Fique por dentro da cobertura completa do Big Brother Brasil 22  no Observatório da TV e em nosso canal no YouTube! 

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....