No ar em Fina Estampa, atriz Kátia Moraes precisou vender quentinhas para se sustentar

Atriz chegou a ficar cinco anos na Record TV

Publicado há um mês
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Kátia Moraes, que atualmente está no ar na Globo como Marilda, empregada da vilã Tereza Cristina (Christiane Torloni) na novela Fina Estampa, contou que acabou se afastando da televisão por falta de oportunidade e precisou vender quentinhas para se sustentar.

Após o sucesso da trama de Aguinaldo Silva, em 2011, ela continuou na emissora por mais um ano e integrou um quadro com a comediante Cláudia Rodrigues no Zorra Total. Depois, ela passou a receber por diária, até que migrou para a Record TV, onde participou do especial Nova Família Trapo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No canal de Edir Macedo, a artista assinou um contrato de cinco anos e atuou em obras como Os Dez Mandamentos, Os Milagres de Jesus, Belaventura e na primeira fase de Jesus. No entanto, após o vencimento, seu vínculo não foi renovado.

“Tentei entrar em contato com a Globo e não consegui, cheguei a mandar e-mail, mas não responderam. Tenho um filho [Túlio] para criar e não dá para ficar pedindo pelo amor de Deus para todo mundo”, relembrou a atriz sobre o fim de seu contrato com a Record TV.

“Fiquei pensando na carreira, em montar um negócio de comida, porque tem que sobreviver, né? O ator quando trabalha não tem que gastar tudo, eu me planejei por um tempo e aí veio a pandemia. Vivo do que guardei e de direitos conexos e vou me virando”, explicou a atriz à Quem Acontece.

“Fiz quentinhas por seis meses, dei uma parada por causa da pandemia, porque não foi tão fácil assim vender, as pessoas começaram a ficar dentro de casa e a cozinhar mais. Ia para o camelô e nunca tive vergonha, acho que trabalho é digno”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais