No ar em A Vida da Gente, Fernanda Vasconcellos diz como agiria no lugar de Ana: “Sem julgamento”

A atriz disse ainda que considera o texto da trama bastante atual

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Viver Ana em A Vida da Gente foi um grande desafio para Fernanda Vasconcellos. Dez anos se passaram desde que a novela foi ao ar originalmente e, atualmente, está sendo reprisada na faixa das 18h.

Fernanda deu vida à personagem aos 26 anos e, em conversa com a revista Marie Claire, contou como se sente tocada pelo texto de Lícia Manzo. Ela assiste a reprise e comenta como percebeu a atualidade dos temas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Me chama atenção como o texto se manteve atual. É atemporal, e me identifico com cenas que tem uma leitura diferente agora. Tem uma cena da Ana com o Rodrigo (Rafael Cardoso), na qual ela diz que tem que se reinventar em todos os sentidos, e o quanto isso deixava ela com medo, insegura. Dialoga muito com o que a gente vem vivendo, essa incerteza, aprender a se adaptar ao isolamento, e o quanto gera insegurança, medo. O texto mexeu comigo, é realmente muito atual”, avaliou.

A atriz falou sobre a personagem, uma das mais dramáticas de sua carreira. “O que me atrai em um personagem não é a carga dramática, é a trajetória, o mundo que vive, como se relaciona, e os conflitos, o recado que deixa, o que transforma. É o que me prende”, contou.

Fernanda disse ainda que nunca se colocou no lugar de Ana. “Meu trabalho é entender o personagem e não julgá-lo, vivê-lo da forma mais completa possível. Isso tem nome: empatia. Não julgar o outro a partir das suas experiências. Então nunca fiz a reflexão de o que eu faria no lugar dela porque não é da minha natureza querer transformar o outro no que eu queria que ele fosse. Entendo cada um dos personagens porque olho para eles sem julgamento”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio