No Altas Horas, Gretchen fala sobre problemas emocionais sofridos por Thammy durante o processo de transição de gênero

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sucesso nas redes sociais, Gretchen, se apresentou no programa Altas Horas deste sábado (20/01), ao lado de seu amigo DJ Rody, cantando a música da dupla, Falsa Fada. A rainha do bumbum contou ao apresentador Serginho Groisman que apesar de se divertir com os memes feitos a partir de sua imagem, sabe bem como é lidar com ofensas e rejeição.

Gretchen e DJ Rody cantando Falsa Fada no Altas Horas (Divulgação/ TV Globo)

Ela acompanhou de perto as ofensas ditas a seu filho Thammy Miranda, durante a transição de gênero, inclusive intimidações: “Fazem brincadeiras ridículas com ele na internet. Não é um órgão sexual que faz um homem, ele tem que ser honesto, digno e respeitar as pessoas”, disse a cantora que ainda relatou que isso gerou em Thammy problemas emocionais: “Isso trouxe várias sequelas emocionais, como síndrome do pânico.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Rodrigo Santoro é convidado para viver Jesus na Record

Gretchen também conversou com uma mãe da plateia, que como ela, tem um filho transgênero, e revelou que o processo de mudança de Thammy iniciado em 2014  não foi fácil para ela: “Foi difícil no começo. Você teve uma menina, gerou uma menina, criou como menina… E, daqui a pouco, ela olha para você, raspa a cabeça e diz que ‘nasceu errado’. Quando você se lembra que é o bebê que você gerou, que você ama, não importa o sexo que ele tenha. Se ele tiver saúde e for do bem, um homem bem resolvido…”.

A cantora falou ainda sobre a forma como descobriu a homossexualidade da filha, anos antes da transição de gênero: “Quando descobri, ela tinha 15 anos. Vi o telefone dela cheio de mensagens, a gente que é mãe sempre desconfia, mas ela mesmo rejeitava tudo isso.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio