No Altas Horas, Claudia Abreu revela: “Eu tinha aversão total a redes sociais.”

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Convidada do programa Altas Horas deste sábado (30), Claudia Abreu falou sobre sua relação com as redes sociais. A atriz que estrela o filme recém-estreado Berenice Procura, contou para o apresentador Serginho Groisman que tinha aversão das redes e só passou a usá-las de forma discreta.

“Eu tinha aversão total a redes sociais. Nunca tive Face, nem Twitter nem nada. De uma forma muito doida quis ter uma Instagram. Porque viajamos para gravar uma novela na Califórnia, todo mundo postava coisas e eu ficava de fora. Aí eu fiz um Instagram com o nome do meu cachorro, que morreu”, contou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao ser questionada pelo apresentador se a tal conta ainda existe, ela respondeu que sim, revelando ainda seu nome de usuária: Zigforever. “Eu fiz para ver meus amigos. Fiquei 1 ano sem postar nada, só gostando de olhar o que os outros postavam, e  todo mundo vivia me cobrando.

Leia também: Flávia Pavanelli confirma fim de namoro com Kevinho

Comecei a me soltar, hoje em dia já fiz até um Instagram aberto”, continuou aos risos. A atriz Monica Iozzi que também estava presente na atração brincou: “Ufa. Achei que eu estava seguindo um fake”. Claudia Abreu então falou que foi aconselhada pelos seus amigos a criar um Instagram justamente para diminuir o alcance dos perfis fakes.

“Tinham fakes, aí me aconselharam a fazer um verdadeiro para extinguir os fakes. Descobri que é uma ferramenta maravilhosa. Eu tinha muito preconceito porque eu achava que era meio egotrip, uma invasão, uma coisa estranha. E achei muito bacana porque não tem filtro entre você e o público. Então você fala sobre política, você fala sobre seu trabalho, de uma maneira muito bacana”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais