Necessitada, Lola perde a vergonha e decide cobrar cliente caloteiro

Publicado há 9 meses
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muitos dias se passaram desde que Lola (Gloria Pires) finalizou sua encomenda de doces para uma festa de noivado em Éramos Seis, mas sem receber um tostão por todo o seu trabalho, e vendo as despesas chegarem sem parar, ela conta do ocorrido para Afonso (Cásiso Gabus Mendes), que decide ir com a dona de casa até a residência do tal cliente para cobrá-lo.

Sabendo que o sujeito mora em um
bairro endinheirado de São Paulo, os dois amigos vão até o local, mas chegando
quase na porta da residência, Lola pede que ela fale sozinha com o homem, afinal,
foi com ela que ele acertou a encomenda, e ela não quer que o tal pense que ela
está desconfiando de sua honestidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Boa
tarde… eu sou… a pessoa que fez os doces que o senhor encomendou para a
festa”
, diz ela ao ser atendida pelo sujeito. “Sim, estou lhe reconhecendo… Bons doces. Gostei. Mas o que a senhora
está fazendo aqui?”
, pergunta com um tom ríspido deixando-a assustada.

No mesmo capítulo, Lola contará para
Afonso que o homem não pagou, e que foi grosseiro com ela. “Disse que gostou dos doces pelo menos. Mas mandou eu não ficar batendo
na porta dele, que ele passava outra hora na minha casa, que eu esperasse…
como se a errada fosse eu. Fiquei sem palavras… ele foi rude… não tenho
jeito para lidar com grosserias”
, explica.

Mas querendo defender a dona de
casa, Afonso decide ele mesmo bater na porta do homem, para testar se ele vai trata-lo
de forma grosseira também. “Sou sócio da
dona Lola. A que fez os doces da sua festa, esforçou-se muito para lhe entregar
no prazo prometido, mas que infelizmente não foi tratada com a mesma
consideração”
, começa ele.

O cliente então se assusta com medo que Afonso arrume confusão em sua porta, algo que o comerciante logo fala: “Não vejo nenhum motivo pra confusão. Porque confusão atrai a polícia, quem vai querer a polícia aqui na sua porta? Pessoas honestas e civilizadas honram seus compromissos sem necessidade de confusão, não é verdade?”, continua Afonso deixando o homem acuado. Mais tarde, noutra cena, Afonso e Lola já aparecem andando na rua com o dinheiro em mãos, e ela fica sem jeito afinal no acordo entre eles não havia a necessidade de ele realizar cobranças por ela. “Neste caso, agi mesmo foi como amigo. Nunca ia deixar a senhora passar por uma situação dessas sem intervir”.

As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo 73, que deve ser exibido na terça-feira, 23 de dezembro. Alterações podem ocorrer devido à edição dos capítulos.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais