Nathalia Serra revela que assim como a Elza de O Tempo Não Para, também já foi vítima de assédio: “Abri boletim de ocorrência”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar como a Elza de O Tempo Não Para, Nathalia Serra falou sobre o assédio que a secretária de Carmen (Christiane Torloni) sofreu de Emílio (João Baldasserini) e Livaldo (Nelson Freitas) na trama das 19h.

Leia: O Tempo Não Para: Petra projeta armadilha e consegue capturar os ‘congelados’

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“São situações bem mais comuns do que se pensa e não é nada difícil buscar tais referências. A minha personagem é apenas uma funcionária da Samvita, enquanto Livaldo usa do parentesco com Samuca (Nicolas Prattes) para quebrar a barreira que separa o profissional do pessoal, garantindo que ela aceite tal comportamento sem reivindicar, por medo de perder o emprego”, afirmou a famosa à revista Marie Claire.

Saiba mais: O Tempo Não Para: resumo do capítulo de quarta-feira, 09 de janeiro de 2019

A atriz ainda contou como gostaria que fosse o fim da sua personagem. “Acho que ela merecia ser perdoada porque todos ali já tinham conhecimento da falta de caráter e de limites do Emílio para conseguir o que queria. Além do que, não vejo a Elza com traços de vilania: é apenas uma mulher que vive demais o trabalho, sem muito tempo pra si e, quando exposta à possibilidade de viver algo diferente, fica vulnerável e fácil de manipular”, avaliou a estrela.

Assédio

Contudo, a artista ainda entregou que já foi vítima de assédio na vida real. “Quando morava em São Paulo em um prédio, percebi que havia um ângulo da varanda do meu vizinho de cima dava para uma das janelas que ficava exatamente na lateral da minha cama. Certo dia fui surpreendida por um flash e percebi que eu estava sendo fotografada ou filmada, sabe Deus há quanto tempo. Abri um boletim de ocorrência e denunciei a atitude no livro de reclamações do prédio, mas nada foi feito”, relatou a estrela.

Nathalia morou nos Estados Unidos entre 2010 e 2014, e falou ter sofrido assédio também no período. “Já me peguei engolindo gracinhas de agentes da imigração no aeroporto de Nova York. Durante os quatro anos em que morei lá, vinha ao Brasil com certa frequência e deixei de responder certos comentários à altura do que mereceria porque sabia que ele poderia não me deixar entrar no país, por mais que toda a minha documentação estivesse dentro de todas as exigências e regularidades”, contou, enfim, Serra.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais