“Não lidei bem com o sucesso no início”, revela Isabel Fillardis no Superpop

Publicado há 2 anos
Por Caio Ponciano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O programa Superpop desta segunda-feira (08) exibiu uma entrevista com a atriz Isabel Fillardis. A ex-global falou sobre sua vida pessoal e carreira no jogo Palavra Chave, mediado por Luciana Gimenez.

Isabel foi sucesso em várias novelas da emissora carioca. Sua primeira participação foi como a personagem Ritinha em Renascer, de 1993. Na trama, ela fazia par romântico com Damião, vivido por Jackson Antunes. Em seguida ela fez Pátria Minha, A Próxima Vítima, O Fim do Mundo e A Indomada. Desde 2012, a atriz foi afastada da TV Globo e iniciou nova fase da vida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Essa mudança da carreira de modelo para atriz se deu quando a oficina de atores foi montada e eles queriam caras novas. Aí fiz o teste, mas nem achava que iria ficar, porque não era a minha praia. Luana Piovani, Carolina Dieckmann, todas fizeram a oficina e deram certo. Eu, na verdade, nem cheguei a fazer a oficina. Fui direto fazer Renascer. Eu acho que já estava tudo aqui dentro e eu fui descobrindo aos poucos. Eu nem sabia que eu sabia decorar texto e que tinha empatia com a câmera” revelou.

Isabel Fillardis ainda falou sobre o sucesso que a novela trouxe e a fama repentina. “Eu era uma menina em Renascer. Eu achava que não iria conseguir. Jackson Antunes era um doce, chegava dizendo ‘tenha calma, você vai conseguir’. Super carinhoso. Eu não vim do teatro. Então, era difícil. Não lidei bem com o sucesso no início. Um dia fui comprar pão e tava todo mundo olhando para mim e eu não tinha entendido aonde eu estava e o que estava acontecendo. Parei de ir no shopping. Foi um nível tipo superstar”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio