Murilo Benício fala sobre seu personagem em Amor de Mãe

Publicado há um ano
Por Muka Oliveira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Amor de Mãe, próxima novela das nove, da TV Globo, Raul (Murilo Benício) é um empresário bem-sucedido e muito importante na cidade. É pai de Vinícius (Antonio Benício), que mora fora do país, fruto de seu casamento com Lídia (Malu Galli), que já está totalmente desgastado.

Apesar de ter um caso extraconjugal com Estela (Letícia Lima), piloto de seu avião particular, é por conta de outra pessoa que ele resolve dar fim a um casamento que não estava mais trazendo felicidade nem para ele, nem para Lídia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele conhece Érica (Nanda Costa), que é maquiadora particular de Lídia, e se apaixona pela jovem. O interesse é recíproco, mas Érica deixa bem claro que não se envolve com homem casado. Surpreso com a atitude dela e encantado com seu jeito autêntico, Raul se separa e assume o relacionamento com a filha de Lurdes (Regina Casé). O casal terá que enfrentar não só a fúria de Lídia, como também de Estela.

Murilo Benício fala sobre seu personagem

Como você define o Raul?

O Raul é um cara que aos 50 anos conquistou tudo na vida. E está numa espécie de transição espiritual, refletindo o que vale e o que não vale na vida. É uma pessoa com uma alma muito simples, é um cara bom caráter, de bom coração e legal com as pessoas.

Como é a relação dele com Lídia?

Acredito que quando o Raul casou com Lídia ele era uma outra pessoa, completamente diferente do que ele é hoje. Imagino que eles tiveram um casamento de verdade, mas também acho que o sobrenome dela foi importante na construção da carreira dele. Eles estão juntos há mais de 20 anos, têm um filho e foram felizes. Mas no início da trama nenhum dos dois está satisfeito e estão prestes a se separar.

Qual você acredita ser o principal conflito de Raul na história?

O grande conflito dele vai ser lidar com os imprevistos que a vida oferece. Acredito que há a vida que a gente imagina e a vida que acontece pra gente. Não temos como domar esses acontecimentos. E é esse o dilema do Raul.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais