Munik Nunes, Sérgio Mallandro e Nahim falam sobre reality-shows no Programa do Porchat desta terça

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde que participaram de reality shows, Nahim, Sérgio Mallandro e Munik Nunes viram sua vida mudar, principalmente a jovem goianiense, que saiu com um prêmio de R$ 1,5 milhão. “Metade do dinheiro eu dei pros meus pais e a outra metade está no banco, trancado. Porque dinheiro sem estar trancado a gente gasta”, revela a milionária em entrevista a Fábio Porchat, no Programa do Porchat desta terça-feira, 24/10.

Leia também: Possível final do Pânico na Band era uma tragédia anunciada

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bastante precavida quando o assunto é grana, Munik avisa que seu carro é financiado e que, sempre que pode, evita gastos desnecessários. “O meu vestido (de noiva) foi emprestado. A estilista desenhou do jeito que eu quis, daí ela falou ‘você usa e depois devolve’”, revela Munick, que subiu ao altar com o empresário Anderson Felício no início de outubro.

Sobre o confinamento, a modelo diz que “se não for pra jogar é melhor nem entrar” e relembra a época em que participou de um reality com Matheus Lisboa, atual participante de A Fazenda – Nova Chance. “Sempre foi o fofoqueiro”, enfatiza.

Já Sérgio Mallandro afirma que aprendeu muito sobre os seres humanos após sua passagem pelo reality rural da Record TV. “As pessoas são muito falsas, são mentirosas”, dispara o ator e humorista, que já soma mais de 30 anos de carreira. A respeito de sua trajetória profissional, aliás, Mallandro agradece o carinho dos fãs e todos que o têm acompanhado até aqui. E, claro, faz graça com alguns dos “benefícios” da fama nos bastidores. “Já teve mulher que me pediu para fazer ‘glu glu ié ié’ na hora ‘H’ (risos)”, brinca o artista, relembrando o seu famoso bordão.

Nahim, que saiu de A Fazenda – Nova Chance na semana passada, também fala sobre sua passagem pela atração comandada por Roberto Justus e seus ex-companheiros de confinamento. O cantor mostra que sua interação com os bichos do programa foi tão intensa que ele consegue reconhecer os animais apenas pelos sons.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio