Morre o narrador esportivo Paulo Stein por complicações da covid-19

O jornalista estava com 73 anos e não resistiu ao vírus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após mais de 50 anos no jornalismo esportivo, morreu na manhã deste sábado (27), no Rio de Janeiro, Paulo Stein, de 73 anos. Ele não resistiu as complicações da covid-19 após ter apresentado sintomas na última quarta-feira (24), quando foi ao Hospital Rocha Maia, em Botafogo.

Posteriormente, ele foi transferido para o Hospital Estadual Anchieta, no Caju, onde acabou morrendo. A informação foi confirmada para o UOL Esporte e de acordo com familiares, o corpo do jornalista e locutor será cremado, atendendo a um pedido pessoal dele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Acerj (Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro) lamentou a morte. “A Acerj lamenta informar que morreu neste sábado, dia 27, o jornalista Paulo Stein, 73 anos, por complicações da covid-19, no hospital Anchieta, no Caju. Referência do jornalismo esportivo, Paulo Stein será cremado no Caju na tarde deste domingo, na presença apenas da família”, escreveu em nota.

O profissional trabalhou em grandes veículos de comunicação e começou a carreira em jornais impressos, passando pela rádio e também pela TV na Band, Rede Manchete, Record e TVE Brasil. Paulo também passou pelos canais ESPN, SporTV e também Premiere, do Grupo Globo.

Recentemente, ele revelou que teria sido demitido do Grupo Globo por estar acima do peso, criando uma grande polêmica em torno da declação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio