Morre o cinegrafista Reynaldo Cabrera

Repórter ganhou prêmio em 1981

Publicado em 21/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O meio jornalístico brasileiro está de luto com a morte do cinegrafista e repórter cinematográfico Reynaldo Cabrera. Ganhador de vários prêmios ao longo da carreira, ele tinha 88 anos e morreu na última quinta-feira (19), conforme confirmado pelo jornalista Gabriel Priolli nas redes sociais.

Aos 88 anos, foi-se Reynaldo Cabrera, lendário cinegrafista da TV Globo, referência na sua atividade.Você pode não saber quem era, nunca ter ouvido falar. Mas dificilmente terá vivido neste país sem ver alguma imagem produzida por ele. Constituir a memória audiovisual de milhões e milhões de brasileiros, com o registro de incontáveis fatos da nossa história, dá exata a dimensão que ele tem“, declarou Priolli no Facebook.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A causa da morte de Cabrera não foi confirmada.

Nascido em 29 de agosto de 1932, Reynaldo Cabrera começou a trabalhar na Globo em 1973, época em que participou de coberturas históricas para o jornalismo da emissora, como o incêndio no Edifício Joelma em São Paulo e a Copa do Mundo de 1974.

Em 1981, fez parte da equipe de reportagem contemplada com o Prêmio Vladimir Herzog, pela cobertura da rebelião no presídio de Jacareí. Reynaldo só deixou a Globo em 1999, quando se aposentou. Um ano antes, ele ajudou a cobrir a Copa da França, seu último grande empreendimento na casa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio