Morre ex-integrante do grupo As Frenéticas

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Faleceu na tarde desta terça-feira (15), no Rio de Janeiro, a atriz e cantora Edyr de Castro, aos 72 anos, em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Ela veio a óbito no Hospital Lourenço Jorge, onde estava internada para tratar um quadro de pneumonia. Edyr, aliás, morava no Retiro dos Artistas e lutava há oito anos contra o Mal de Alzheimer.

Ao longo de 40 anos de carreira, ela marcou presença no elenco de folhetins globais como “Roque Santeiro” (1985), “Cambalacho” (1986), “Por Amor” (1997), “Agora É Que São Elas” (2003) e “Cabocla” (2004). Além disso, fez na Record títulos como “Amor e Intrigas” (2007) e “Poder Paralelo” (2009), seu último trabalho na telinha.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: José Mayer é demitido da TV Globo após 35 anos de casa

Foi na carreira musical, porém, que Edyr mais se projetou. Ela integrou, durante os anos de 1976 e 1983, os vocais da recordada banda As Frenéticas. Atrizes-cantoras como Sandra Pêra e Dhu Moraes, inclusive, também fizeram parte do antológico conjunto.

De acordo com informações do jornal Extra, o velório de Edyr de Castro está programado para acontecer na manhã desta quarta-feira (16). Será na capela 2 do Memorial do Carmo, bairro do Caju, a partir das 10h. O corpo da artista será cremado, em cerimônia programada para as 13h, no mesmo local.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais