Filmes e séries

QUARTA TEMPORADA

JÁ DISPONÍVEL

Moacyr Franco desabafa sobre demissão e admite ter ficado chateado com Carlos Alberto

Publicado em 02/12/2017

Afetado pela onda de demissões do SBT, Moacyr Franco detalhou, pela primeira vez, sobre a sua polêmica demissão do SBT. Em entrevista ao portal R7, o humorista explicou sobre a expressão “salário insignificante”. Além disso, admitiu que ficou triste com Carlos Alberto de Nóbrega e que pretende explorar o Youtube para mostrar os seus projetos.

À publicação, Moacyr Franco explicou como foi a demissão. “Um dia antes me falaram que o Leon [Abravanel, sobrinho de Silvio Santos e atual diretor de produção do SBT] queria falar comigo no dia seguinte. Mas como há houve muitas vezes essas reuniões com outros artistas, de baixar o salário por causa de crise, pensei que fosse algum remanejamento, sei lá”, detalhou. “E não, quando eu cheguei lá, foi direto. Me disseram: “Eu vou ter que dispensar você”. Aí, eu tive que bancar o valente. Mas foi um baque tenebroso”, desabafou.

O humorista ressaltou que não pretende entrar com uma ação contra o SBT. “Se eu fosse mover uma ação contra o SBT, eu não vou mover uma ação contra a emissora, que fique claro. Mas se fosse, a parte mais importante é o tal do danos morais, porque é muito triste você com 80 anos ser despedido.”

Ele aproveitou, também, para esclarecer sobre a expressão “salário insignificante”. “Não me arrependo de ter dito, não. De jeito nenhum. É que as pessoas não entendem. Eu falei: “o meu salário é insignificante perto dos R$ 45 milhões que o SBT precisa economizar”. Foi exatamente isso que eu falei”, explicou ao portal R7.

Moacyr Franco revolta a web ao dizer que salário que recebia do SBT era “insignificante”

Questionado se ficou chateado com Carlos Alberto de Nóbrega, Franco admitiu que o colega poderia ter avisado. “A única coisa que eu fiquei triste, e eu vou falar isso para ele, é que ele podia ter me dito que a demissão ia acontecer. Só isso. Eu não tenho nada contra ele. Acho que cada um tem um jeito de enxergar as coisas. Eu sei que ele estava muito contente com a minha participação na Praça.”

Franco revelou que o SBT não soube aproveitar seus projetos. “Minha frustração maior é da emissora não ter me aproveitado. Eu tinha muito para dar para o SBT, muito. E eu tenho mais 20 coisas interessantes, novas, baratas para eles fazerem, só que eles não querem ouvir.”

“Ele teve um problema na cabeça, não conseguia decorar direito o texto”, diz diretor de A Praça é Nossa sobre Moacyr Franco

Sobre o futuro, o humorista admitiu que pretende explorar o Youtube. “essa minha nova fase, vou usar muito essa plataforma. Vou fazer o que não me deixaram fazer. Tenho muitas coisas, muitos projetos. Estou me ligando ainda mais com essa meninada [os youtubers] que está fazendo muito bem, mas eu tenho uma “arma” que eu julgo mais importante, que é a criação.”

© 2023 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade